ao.toflyintheworld.com
Novas receitas

Heineken planeja construir casas com cerveja e mais notícias

Heineken planeja construir casas com cerveja e mais notícias


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


No Media Mix de hoje, quem fez a casquinha de sorvete, além de um restaurante brasileiro premia mulheres pela confiança

O Daily Meal traz para você as maiores novidades do mundo da alimentação.

A História do Cone de Sorvete: Uma breve história da casquinha de sorvete e como a casquinha de waffle mudou ao longo dos anos. [NY Times]

Cervejaria da Heineken: Aparentemente, na década de 1960, a Heineken propôs um plano para criar garrafas retangulares de cerveja que poderiam ser usadas como tijolos para moradias populares. [Fast Co]

Mesa do Chef em Cruzeiros? A Princess Cruises está adicionando uma opção "Mesa do Chef" para os amantes da comida que desejam espiar os bastidores da cozinha durante o jantar. [Noticias ok]

Confiança do restaurante brasileiro Rewards: Um esquema genial de marketing de um restaurante brasileiro registrou clientes do sexo feminino que foram questionadas: "Você está linda?" Se respondessem sim, recebiam uma refeição grátis. [BuzzFeed]


Tree House Brewing Company Julius

O membro da AHA, Marshall Bishop, ama tanto a Tree House Julius que dedicou horas incontáveis ​​para desenvolver um clone caseiro fiel, cuja receita gentilmente compartilhou conosco. Marshall oferece conselhos úteis para preparar esta receita.

A química da água, uma combinação específica de leveduras, mais ácidos e óleos essenciais do lúpulo se combinam para dar a esta cerveja sua aparência turva. Tree House não usa grãos em flocos.

Minimizar o cálcio na água da infusão contribui para uma sensação suave na boca. Íons de água dura, como magnésio e cálcio, podem contribuir com sensações espessas e de giz & # 8211 se você quiser maciez em uma cerveja, comece com água macia. Usar sal de conserva (cloreto de sódio) fornece cloreto sem adição de cálcio.

O longo redemoinho a 108 ° F (42 ° C) extrai e retém o sabor volátil do lúpulo e os compostos aromáticos que, de outra forma, evaporariam em temperaturas mais altas. Você pode substituir o redemoinho por um suporte de lúpulo para maximizar o contato entre o lúpulo e o mosto, mas obterá o melhor aproveitamento mexendo constantemente durante o redemoinho.

O fermento seco tem esteróis suficientes para uma fermentação saudável, portanto, não há necessidade de arejar ou oxigenar. Você deseja enfatizar o fermento o suficiente para estimular a produção de ésteres. Os ésteres e outros sabores complexos derivados de levedura e frutados combinam perfeitamente com os sabores e aromas frutados derivados do lúpulo. Resista à tentação de arredondar as quantidades especificadas de WB-06 e T-58 se você não puder medir menos de um grama, pois eles irão dominar a cepa limpa e adicionar muito caráter de fazenda.

Pitching quente e, em seguida, resfriar a fermentação incentiva a produção de éster, enquanto retém os compostos aromáticos voláteis. Você ainda deseja alguma atividade de levedura ao adicionar o lúpulo seco, mais para evitar a oxidação do que para qualquer mumbo jumbo de biotransformação.

O salto a seco em um saco de malha não é recomendado. Você obterá um contato melhor com o mosto, permitindo que o pellet lúpulo se dissolva e flutue livremente no primário. O congelamento não eliminará a névoa de lúpulo / polifenol da cerveja, mas resolverá o fermento.

Saiba mais sobre o processo Marshall e # 8217s em trinitybrewers.com.

Rendimento: 5,5 galões americanos (20,8 L)

A seguinte receita de cerveja é apresentada na edição de julho / agosto de 2019 da Zimurgia revista. Acesse este problema junto com os arquivos com Zimurgia Conectados!

O membro da AHA, Marshall Bishop, ama tanto a Tree House Julius que dedicou horas incontáveis ​​para desenvolver um clone caseiro fiel, cuja receita gentilmente compartilhou conosco. Marshall oferece conselhos úteis para preparar esta receita.

A química da água, uma combinação específica de leveduras, mais ácidos e óleos essenciais do lúpulo se combinam para dar a esta cerveja sua aparência turva. Tree House não usa grãos em flocos.

Minimizar o cálcio na água da infusão contribui para uma sensação suave na boca. Íons de água dura, como magnésio e cálcio, podem contribuir com sensações espessas e de giz & # 8211 se você quiser maciez em uma cerveja, comece com água macia. Usar sal de conserva (cloreto de sódio) fornece cloreto sem adicionar cálcio.

O longo redemoinho a 108 ° F (42 ° C) extrai e retém o sabor volátil do lúpulo e os compostos aromáticos que, de outra forma, evaporariam em temperaturas mais altas. Você pode substituir o redemoinho por um suporte de lúpulo para maximizar o contato entre o lúpulo e o mosto, mas obterá o melhor aproveitamento mexendo constantemente durante o redemoinho.

O fermento seco tem esteróis suficientes para uma fermentação saudável, portanto, não há necessidade de arejar ou oxigenar. Você deseja enfatizar o fermento o suficiente para estimular a produção de ésteres. Ésteres e outros sabores complexos derivados de levedura e frutados combinam perfeitamente com os sabores e aromas frutados derivados do lúpulo. Resista à tentação de arredondar as quantidades especificadas de WB-06 e T-58 se você não puder medir menos de um grama, pois eles irão dominar a cepa limpa e adicionar muito caráter de fazenda.

O aquecimento da fermentação e, em seguida, o resfriamento estimula a produção de ésteres, ao mesmo tempo que retém os compostos aromáticos voláteis. Você ainda deseja alguma atividade de levedura ao adicionar o lúpulo seco, mais para prevenir a oxidação do que para qualquer mumbo jumbo de biotransformação.

O salto a seco em um saco de malha não é recomendado. Você obterá um contato melhor com o mosto, permitindo que os pellets se dissolvam e flutuem livremente no primário. O congelamento não eliminará a névoa de lúpulo / polifenol da cerveja, mas resolverá o fermento.


O legado de San Antonio como capital mundial da casa de gelo continua crescendo

Uma antiga casa de gelo e espaço de posto de gasolina que remonta à década de 1920 em 419 S. Hackberry St. recebeu designação especial de marco histórico e será transformada em uma casa de café que serve cerveja e vinho.

Uma antiga casa de gelo e espaço de posto de gasolina que remonta à década de 1920 em 419 S. Hackberry St. recebeu designação especial de marco histórico e será transformada em uma casa de café que serve cerveja e vinho.

Uma antiga casa de gelo e espaço de posto de gasolina que remonta a 1920 em 419 S. Hackberry St. recebeu designação de marco histórico especial e será transformada em uma casa de café que serve cerveja e vinho.

San Antonio é uma espécie de cidade de casa de gelo. Originalmente lugares que vendiam gelo, os negócios evoluíram para locais adequados para famílias e lojas de conveniência em partes iguais e cervejarias e mdash que pontilhavam a paisagem da cidade.

Eram tantos, um artigo de 1986 do New York Times apelidou San Antonio de "a capital mundial reconhecida" da casa de gelo.

Embora nunca tenham morrido aqui, os números diminuíram após a década de 1960. Mas uma nova geração os está trazendo de volta, e o último está chegando ao East Side para um prédio degradado de 1927 que está vazio há 20 anos.

Em um ano, o local Denver Heights poderia estar servindo cerveja e vinho à noite e café durante o dia.

Na época em que foi construído, o prédio em 419 S. Hackberry St. abrigava a Estação de Gelo Bull & rsquos, uma casa de gelo que vendia gelo até pelo menos 1976 com várias mudanças de propriedade e nome, em um ponto servindo como uma estação de serviço automotivo. Ainda há um frontão de pedra com a palavra & ldquoICE & rdquo na fachada superior da estrutura.

De acordo com documentos da Historic and Design Review Commission, de 1867, logo após a Guerra Civil, até a década de 1950, a San Antonio foi considerada líder na fabricação de gelo. Em 1867, três das cinco fábricas de gelo do país estavam localizadas aqui, todas por amor à cerveja.

A nova população alemã de San Antonio e rsquos exigiu cerveja alemã, e as cervejarias atenderam ao chamado com muita cerveja, o que requer um processo de fermentação mais frio, alimentando o boom do gelo aqui.

Décadas depois, a estação de gelo Bull & rsquos, com seus toques espanhóis e telhado de telha vermelha, era um dos negócios que vendia blocos de gelo.

"Isso era considerado uma parte essencial deste bairro naquela época e esperamos trazê-lo de volta em nome da preservação", disse o proprietário, o desenvolvedor Michael Perez. & ldquoI & rsquom não tenho certeza de quantos pontos de referência existem neste bairro de Denver Heights, mas este é especial. & rdquo

O HDRC deu a Perez e sua esposa Angela sua aprovação durante uma audiência na quarta-feira para avançar com os planos para sua propriedade. Os planos para designação histórica também devem receber a aprovação final da comissão de zoneamento e da Câmara Municipal.

A propriedade é um dos 34 antigos postos de gasolina ou casas de gelo em San Antonio que foram reconhecidos pelo HDRC como arquitetônica, cultural e historicamente significativos. Perez e sua esposa esperam abrir sua cafeteria / cervejaria e bar de vinhos na próxima primavera.

Ele disse que o prédio ainda contém o antigo sistema de resfriamento que era usado para resfriar os blocos de gelo, e ele acha que eles podem ser restaurados à condição de funcionamento. A estrutura foi construída com concreto e estuque e é estruturalmente sólida, mas o restante da propriedade de 679 pés quadrados precisará ser reformado.


Em uma viagem pelo cinturão de milho da América, um leitor se delicia com a surpresa inesperada de uma cerveja em Iowa. O Replicator rastreia a história por trás da cerveja, da cervejaria e de uma receita.

Pergunte ao Sr. Feiticeiro
Pergunte ao Sr. Feiticeiro

Ao substituir lúpulo amargo, quão importante é o lúpulo características? Parece que a fervura do lúpulo destrói quase tudo, exceto o amargor desejado. Além disso, o guia de substituição de lúpulo lista o Northern Brewer como um substituto para Perle, mas não o contrário. Você pode esclarecer isso para mim?

Bem-vindo à comunidade Brew Your Own
Bem-vindo à comunidade Brew Your Own

Oi! Sou Brad, editor da Brew Your Own. Nossa missão é fornecer informações bem pesquisadas sobre a fabricação de cerveja caseira de uma maneira clara para ajudar as pessoas a perseguir sua paixão por fazer uma boa cerveja em casa. Tentamos ser informativos sem intimidar. Afinal, isso é um hobby, não um trabalho. Então, nós damos a você informações cientificamente sólidas em um formato divertido que nunca perde de vista a missão prática que temos. Queremos dar a você as habilidades para criar uma boa cerveja em casa. É por isso que não apenas publicamos receitas comprovadas, mas também escrevemos sobre problemas comuns de fabricação de cerveja (Pergunte ao Sr. Wizard) e fornecemos informações, dicas, projetos de bricolagem e técnicas para que você possa fazer sua própria cerveja de classe mundial. Por mais de duas décadas, a revista Brew Your Own conquistou o respeito dos cervejeiros caseiros em todo o mundo com nossa mistura de conteúdo de instruções na maior publicação de circulação paga do passatempo. Os membros digitais agora têm acesso a milhares dessas receitas, técnicas e projetos testados e revisados ​​e acesso completo às edições recentes e atuais da revista Brew Your Own, bem como à nossa biblioteca de edições especiais. A maior parte desse conteúdo atualizado de homebrewing está sendo lançado digitalmente aqui pela primeira vez para nossos membros digitais. Não acho que você encontrará conteúdo caseiro com essa qualidade e autoridade em nenhum outro lugar online. Adoraríamos ter você como membro!

Saúde, Brad Ring

O que os leitores dizem sobre Brew Your Own
O que os leitores dizem sobre Brew Your Own

"Vocês são ótimos, obrigado por serem um grande representante e defensor do hobby da cerveja caseira! Continuem o bom trabalho de manter ótimas informações disponíveis para os cervejeiros caseiros."

"Muito bem, pessoal! Digital é a maneira mais fácil de ler você em qualquer lugar do mundo."

"Você faz um ótimo produto e é de longe a melhor fonte de informação do mercado."

"Ótimas ideias, fáceis de ler e muito informativas. Adorei!"


A start-up de tecnologia dentro de uma gigante da cerveja

& quotA razão pela qual vim aqui foi para mover a empresa para o próximo nível & quot, disse Michel Doukeris, que foi nomeado CEO da Anheuser-Busch & # x27s em novembro de 2017, após 21 anos com a cervejaria, a maioria anteriormente como diretor de vendas. & quotEu & # x27m tentando reestruturar a empresa. & quot

Não procure além do bairro de Chelsea, em Manhattan, onde a Anheuser-Busch construiu um "escritório de estratégia comercial" e citou seu rótulo para o retrofit de 12 andares mais adequado para uma start-up de tecnologia do que para um mestre cervejeiro de 167 anos. Millennials vestidos casualmente e Gen Zers reúnem-se em espaços abertos, brainstorming sobre coisas como Apollo 11, o programa de inovação orientado a dados e centrado no consumidor nomeado, sem dúvida, para inspirar ideias instantâneas.

O CNBC Evolve Summit retorna a LA em 9 de junho de 2020. As inscrições para este evento já estão abertas.

Um salto gigantesco é um processo de desenvolvimento de produto do conceito para a prateleira revisado, que costumava levar quase dois anos, mas agora pode ser executado em menos de 100 dias. Por exemplo, seus profissionais de marketing estão se afastando dos grupos de foco, substituindo-os por um painel online de mais de 6.000 consumidores que se comunicam diariamente com a empresa por meio da mídia social.

"Temos 40 pessoas no décimo segundo andar que são apenas programadores", disse Doukeris sobre a força de trabalho não tradicional. Ele está sentado em uma banqueta de bar na microcervejaria no nível do solo, chamada 24th Street Hops, onde pequenos lotes de cervejas são preparados para serem degustados no local. O prédio também abriga a ZX Ventures, o grupo de inovação e investimento da empresa com quatro anos de existência, e a Draftline, sua agência de publicidade interna que complementa o trabalho criativo de mais de 50 agências externas registradas. A unidade mostrou sua agilidade durante este outono & # x27s World Series, lançando um anúncio e blitz de relações públicas um dia depois que um fã do Washington Nationals "pegou" uma bola de home run contra seu peito, salvando as Bud Lights agarradas com as duas mãos.

A cerveja ainda é a bebida alcoólica mais popular nos EUA, que é o maior mercado da AB InBev & # x27s, respondendo por US $ 15,5 bilhões de sua receita global de US $ 54,6 bilhões no ano passado. As vendas em volume, no entanto, têm diminuído constantemente. Em outubro, a empresa global reduziu as previsões de crescimento de lucro para 2019 após relatar desempenhos medíocres no terceiro trimestre nos EUA, China, Brasil e Coreia do Sul.

"Temos uma situação demográfica com a qual a indústria da cerveja nunca teve que lidar antes", disse Lester Jones, economista-chefe da National Beer Wholesalers Association, que representa cerca de 3.000 distribuidores que entregam produtos para lojas de bebidas, restaurantes, bares e outros varejistas licenciados pontos de venda. À medida que os boomers e millennials amadurecem e a Geração Z chega à idade de beber, os cervejeiros enfrentam um desanimador ato de equilíbrio de reter os fiéis à marca e, ao mesmo tempo, atrair novos clientes. “Ao contrário de 25 anos atrás, quando não precisavam se preocupar com isso, hoje as empresas estão em uma situação difícil entre manter as pessoas engajadas com a inovação e com marcas legadas”, disse Jones.

Os principais concorrentes da AB InBev e # x27 nos EUA - Molson Coors, Constellation Brands, Heineken e Pabst Brewing - estão no mesmo barco. Eles continuam a promover e estender agressivamente suas respectivas marcas legadas e apelar para os não bebedores de cerveja.

Embora esses conglomerados dominem o mercado de cerveja, o número real de cervejarias cresceu exponencialmente nos últimos anos, para quase 7.500, a maioria deles pequenos fabricantes locais de cerveja artesanal que perturbaram significativamente o setor. De acordo com a Brewers Association em Boulder, Colorado, que representa fabricantes de cerveja artesanais pequenos e independentes, as vendas de cerveja em volume geral nos EUA caíram 1% em 2018, enquanto as vendas de artesanato continuaram a crescer a uma taxa de 4% em volume, atingindo 13,2% de o mercado de cerveja dos EUA em volume. As vendas em dólares no varejo de artesanato aumentaram 7%, para US $ 27,6 bilhões, e agora respondem por mais de 24% do mercado de cerveja dos EUA.


Steeplejack Brewing prepara a equipe All-Star para a próxima cervejaria de Portland em uma igreja restaurada

Uma próxima cervejaria quer oferecer uma experiência religiosa aos fãs de cerveja artesanal no bairro de Sullivan's Gulch, no nordeste de Portland. Steeplejack Brewing foi apontado como um de nossos próximas cervejarias de Oregon mais esperadas de 2021 para o plano ambicioso e belas representações de uma igreja transformada em um tipo diferente de pub. À medida que o projeto se aproxima da realidade, as portas deste templo de 112 anos se abrem para revelar o bom trabalho dos fundadores e amigos de longa data Brody Day e Dustin Harder e da equipe que eles estão montando para ajudar a liderá-lo. Quando sua cervejaria está em uma igreja que foi batizada por um presidente dos Estados Unidos, você quase espera que a casa do senhor ofusque a frente e o verso dos funcionários da casa. Mas com uma rara equipe de cerveja liderada por mulheres e um publicano experiente no comando, o público novamente se aglomerará neste espaço de reunião da comunidade para um pouco de água benta.

Anteriormente The Metropolitan Community Church, os membros da congregação venderam o prédio em 2.400 NE Broadway para Day and Harder na primavera de 2019 e a dupla rapidamente começou o grande projeto de renovação que envolverá a instalação de uma cervejaria, adega, televisão / sala de jogos, bebidas alcoólicas bar, palco para apresentações ao vivo e um salão de café durante o dia. A demolição e a reconstrução estão em andamento enquanto as equipes estão cavando uma seção do salão principal de adoração para uma cervejaria afundada, mas SteepleJack planeja manter muitos dos elementos mais icônicos e atemporais do edifício intactos. William Howard Taft, o 27º presidente dos Estados Unidos, lançou a pedra fundamental da igreja em uma cerimônia na frente de milhares de espectadores naquele dia. Mas a principal característica é o campanário de 65 pés de altura e a torre do sino, de onde a cervejaria recebeu seu nome, e o local onde o tráfego na direção leste da Weidler se funde com a NE 24, próximo à Broadway, provavelmente restaurará o edifício para ser o mesmo não pode perder um marco como era no início de 1900.

a antiga Igreja da Comunidade Metropolitana está passando por reformas para se tornar Steeplejack Brewing

Brody Day chega ao empreendimento com mais de 20 anos de experiência em fabricação de cerveja caseira, e quase tanto tempo como juiz do BJCP. Sua carreira anterior lhe deu um amplo conhecimento em sourcing de alimentos, gestão da cadeia de suprimentos e visão de negócios. Enquanto isso, Harder traz uma experiência em serviços mecânicos e construção, sua empresa familiar, Harder Mechanical Contractors, é especializada em tudo, desde aeroespacial até fabricação de produtos químicos e alimentos e bebidas, e já trabalhou com cervejarias como a Widmer Brothers.

“Aprendi o que é preciso para fazer uma cerveja boa em comparação com uma cerveja realmente excelente com resultados reproduzíveis. A margem de erro é muito pequena e cada ingrediente, temperatura e processo são críticos. Não estamos pretendendo fazer cerveja medíocre e é minha visão ajudar a definir o padrão ”, diz Day.

Ainda com sua riqueza de conhecimento, Day e Harder sabiam que tinham que trazer uma equipe excepcional de cervejarias e profissionais de restaurantes / pubs. Eles pousaram em três rostos familiares na indústria de cerveja artesanal de Oregon: Entra a cervejaria Anna Buxton, ex-Modern Times, a cervejaria líder Anne Aviles, ex-Breakside Brewery, e o gerente geral Billy Cook, ex-McMenamins Breweries.

Equipe Steeplejack Brewing (da esquerda para a direita) Anne Aviles, Anna Buxton e Brody Day.

“Entrevistei mais de duas dúzias de cervejeiros de todos os Estados Unidos”, disse Day. “Anna foi a cervejaria de pub / startup mais preparada, mais profissional e mais experiente que conheci. Todas as outras entrevistas que conduzi foram comparadas com sua primeira impressão. O mesmo aconteceu com Anne: fiquei imediatamente impressionado com seu desenvolvimento de receitas, instalação de produção e experiência em barris. A cerveja Steeplejack será de classe mundial por meio de sua colaboração e habilidades complementares. ”

Anna Buxton deixará seu atual cargo de cervejaria na Belmont Fermentorium da Modern Times Beer para liderar a equipe Steeplejack Brewing e Anne Aviles vem de um papel assistente de produção de cerveja na Cervejaria Breakside.

ANNA BUXTON - Cervejeiro-chefe

Anna Buxton teve uma carreira eclética dentro e fora da indústria cervejeira. Ela estudou e trabalhou no Chimpanzee Human Communications Institute em Ellensburg, WA enquanto se graduava em Língua Chinesa e Estudos Religiosos / Filosofia na XiNan MinZu DaXue. Ela trabalhou como guia de rio profissional e esquiadora, antes de decidir tentar algo novo e acabar como bartender na Badger Mountain Brewing em Wenatchee, WA. Com esse trabalho, Buxton se apaixonou pela cerveja artesanal e começou a fazer cerveja caseira, ela se mudou para Bozeman, MT e procurou por uma cervejaria profissional, mas não teve sorte.

Foi quando Buxton começou a olhar para Portland. Depois de se mudar para a cidade, ela foi rapidamente contratada por Todd Britt na Rock Bottom Brewery, que se tornou seu primeiro mentor da indústria cervejeira.

“Foi com ele que ganhei meu amor pelas cervejas tradicionais inglesas e escocesas de pub, bem como cervejas belgas e trapistas”, diz Buxton da Britt (que agora está na Victor 23 Brewing em Vancouver, WA). Ao mesmo tempo, Buxton Pegou um trabalho de fermentação na cervejaria Uptown Market (agora chamada Binary Brewing) com Rob Howard, que agora fabrica cerveja na Stormbreaker Brewing. Juntos, eles aprenderam os meandros da gestão da cervejaria e do desenvolvimento de receitas. Sua carreira deu outro desvio quando ela aceitou o emprego de cervejaria-chefe em Long Beach, Califórnia, em Rock Bottom, antes de voltar para Portland e começar como adega na Modern Times.

“Eu era novato na produção de cerveja, mas rapidamente consegui uma posição no Brewer II. Na Modern Times, aprendi não apenas como fazer bem a cerveja hype, mas também algumas das nuances mais sutis da cerveja tradicional alemã de Mat Sandoval. Com Mat, também aprendi em primeira mão o que é preciso para manter uma cervejaria com essa produção funcionando com uma equipe tão pequena. Conrad Andrus se juntou a nós mais tarde, e por isso serei eternamente grato, porque foi de Conrad que redirecionei meu tempo para aprender a ciência da cerveja, mas também redescobri um pouco de alegria no processo de fermentação. Ambos foram incrivelmente úteis e me apoiaram quando comecei este novo empreendimento. ”

ANNE AVILES - Cervejeiro-chefe

Anne Aviles é uma nativa da costa leste que se formou em uma pequena faculdade de artes liberais no Maine, mas se mudou para o Oregon sem saber o que realmente queria fazer com seu diploma. Quando ela chegou a Portland, o objetivo era encontrar uma carreira girando em torno do ensino e da ciência, mas ela rapidamente caiu no cenário da cerveja artesanal. Não demorou muito para que Aviles se descobrisse trabalhando na loja de garrafas e bibercafe da Estação Belmont e foi aí que ela teve seu "a-ha!" momento em que percebeu que a cerveja artesanal e a fabricação de cerveja poderiam se tornar sua carreira.

“Sempre tive interesse em cerveja e fermentação e fiz algumas cervejas caseiras aqui e ali, mas sempre fiquei frustrado porque minhas tentativas não correspondiam às minhas ambiciosas esperanças de fazer a cerveja perfeita. Para fazer cerveja melhor, bastou beber mais ”, diz Aviles, que então passou a trabalhar com mais fermentação em um vinhedo e depois na De Garde Brewing em Tillamook antes de pousar na Cervejaria Breakside.

“Enquanto estive na De Garde, muito do que aprendi estava muito mais próximo de fazer vinho do que de fazer cerveja. Eu brinco que, em vez de gastar meu tempo lavando barris, dediquei meu tempo limpando puncheons de carvalho. "Então, quando ela foi transferida para Breakside, Aviles começou a trabalhar como cervejaria em outro tipo muito diferente de ambiente de cerveja. Trabalhando com o mestre cervejeiro Ben Edmunds e a prestigiosa equipe de produção premiada trouxeram detalhes que tornam uma boa cerveja excelente.

“Embora eu tivesse a oportunidade de construir algumas receitas lá (Breakside), eu sempre estava ansioso por essa liberdade 100% criativa. Estou ansioso para me colocar lá fora, onde o produto da minha criatividade é um meio de reunir e reservar um tempo para desacelerar por um momento ”, diz Aviles. “A transição para o Steeplejack é o que venho desenvolvendo desde que adquiri as ferramentas de que precisava para ser o cervejeiro criativo e habilidoso que sempre quis ser. Estou vendo isso como uma oportunidade de aproveitar o que aprendi com minhas experiências únicas de fabricação de cerveja para fazer a cerveja que sempre quis fazer ... Rápido até hoje, depois de beber incontáveis ​​canecas para "pesquisar" e trabalhar dois trabalhos de fabricação de cerveja, gostaria de dizer que estou um pouco mais perto do objetivo de fabricar a cerveja perfeita. ”

o salão principal em Steeplejack, a cervejaria e a produção ficarão encostados na parede traseira sob o vitral


Como fazer cerveja

Como mencionei antes, planejava fazer um carregador. Encontrei uma receita interessante na internet:

6 libras de extrato de malte âmbar simples
8 onças de malte cristal triturado (60 L)
4 onças de malte de chocolate esmagado
4 onças de malte preto patenteado triturado
1 onça de saltos em cacho (amargo)
1/2 onça de lúpulo Williamette (acabamento)

Junto com esses ingredientes, existem alguns itens padrão que você precisará para qualquer jornada de fabricação de cerveja: um saco de maceração de grãos (essencialmente um saquinho de chá para macerar os grãos na água), açúcar primário, fermento e tampas.

Todos esses itens estão disponíveis em uma loja de suprimentos para fabricação de cerveja. Adquiri todos os itens acima por cerca de US $ 35.

Uma grande parte da diversão de fazer cerveja caseira é que você pode experimentar as receitas quantas vezes quiser. Por exemplo, minha esposa e eu fizemos uma cerveja preta de aveia que saiu um pouco da receita e ficou extremamente deliciosa.

Ferva a água e íngreme

A maioria das receitas de fabricação de cerveja segue um procedimento bastante padrão. Basta colocar dois galões de água em sua panela grande, aquecê-la a 160 graus F (80 graus C) ou mais, colocar os grãos no saco de grãos e amarrá-lo, em seguida, coloque o saco de grãos na água para infusão por vinte minutos ou então.

Acima, tirei a foto logo após deixar cair o & # 8220 saquinho de chá & # 8221 na água. A maceração fará com que a água mude de cor, geralmente para um tom de marrom. Aqui está o que parece após a maceração.

Bem-Estar Financeiro
Economize mais dinheiro

Adicionando Malte

Depois de terminada a maceração, basta levar a panela a uma fervura baixa e adicionar o extrato de malte (um líquido marrom) e o lúpulo amargo. Deixe ferver por uma hora (mexendo regularmente) e, cinco minutos antes do fim, coloque os lúpulos de acabamento na mistura. Assim que terminar de ferver (agora é chamado de & # 8220wort & # 8221), você precisará resfriá-lo a 70 graus & # 8211 Normalmente faço isso mergulhando a panela em água gelada na pia. Eu despejo isso no garrafão, embora você também possa fazer no balde se não tiver um garrafão, então adiciono de dois a três galões de água filtrada. Em seguida, coloco o fermento, mexo um pouco, coloco o borbulhador por cima e deixo fermentar. Aqui está uma foto do meu carregador no garrafão no início da fermentação.

Espere duas semanas!

Então você espera. Normalmente, você aguardará cerca de duas semanas. O que você está procurando é se há ou não bolhas saindo do borbulhador. Assista por um minuto & # 8211 se você não vir bolhas, espere mais três dias e você & # 8217 estará pronto para terminar.

Acabamento

Quando estiver pronto para terminar, basta adicionar o açúcar de priming a duas xícaras de água fervente, ferver a solução de açúcar / água de priming por alguns minutos e adicionar à cerveja. Você pode então engarrafá-lo & # 8211 se você não for engarrafá-lo, você deve servi-lo nos próximos dias.

Engarrafamento

O engarrafamento é igualmente fácil. Basta limpar completamente 50 a 60 garrafas de cerveja, encher cada uma com cuidado e, em seguida, colocar uma tampa em cada uma com a ferramenta de tampa (basicamente, você apenas coloca um pequeno disco no topo da garrafa, coloca a ferramenta de tampa em cima e aperta ) Deixe as garrafas descansar por algumas semanas e, em seguida, está pronto para beber.


As 10 maiores empresas de cerveja e marcas de cerveja no mundo 2020:

1) Anheuser-Busch InBev

Apesar das previsões sobre o mercado global e americano de cerveja continuar a perder terreno para destilados, vinho e maconha, os maiores fabricantes de cerveja relataram surpreendentemente forte crescimento e lucros em 2018. A Anheuser-Busch InBev, com sede na Bélgica, superou as expectativas de crescimento em comparação com seus concorrentes e, conseqüentemente, posiciona-se no topo do mercado global de cerveja, tornando-se uma das maiores cervejarias do mundo.

Embora as vendas de suas principais marcas de cerveja Bud Light e Budweiser continuar a cair, a aquisição da SABMiller pela AB InBev recentemente combinada com os direitos anteriores da Corona e Stella Artois aumentou seu valor globalmente. A cervejaria distribui seu portfólio de produtos de 500 marcas de cerveja por meio de uma rede massiva de mais de 600 distribuidores e atacadistas independentes de propriedade da empresa em todo o país.

2) Heineken

A marca holandesa de cerveja Heineken é líder mundial na fabricação de cerveja nos últimos 150 anos. Hoje, como a cervejaria número 2 no mundo e número 1 na Europa, a empresa está aumentando a produção por meio do uso de tecnologias avançadas e inovadoras, como big data e inteligência artificial (IA). A Heineken vende mais de 8,5 milhões de barris de suas marcas de cerveja nos EUA e espera que esses números aumentem com desenvolvimentos baseados em dados e aumento de IA em suas operações, publicidade e experiência do cliente.

Fundada em 1864, a empresa possui mais de 160 cervejarias em mais de 70 países como. A Heineken produz cervejas e sidras regionais, locais, internacionais e especiais. As marcas internacionais de cerveja da empresa incluem Amstel, Desperados, Sol, Affligem, Tiger, Tecate, Red Stripe e Krušovice.

Baixe amostra de relatório de mercado relacionado: Beer Market in Europe

3) Cervejarias de neve de recursos da China

Com sede em Hong Kong, o negócio de cerveja da China Resources é bem conhecido por sua bebida & # 8220Snow & # 8221, respondendo por cerca de 20% do mercado chinês de cerveja. Uma de suas principais marcas de cerveja, Neve é hoje uma das marcas de cerveja mais vendidas do mundo. Embora seja líder no mercado doméstico de cerveja, o portfólio de cerveja da China Resources & # 8217 é pouco conhecido em outros lugares. Em 2017, opera 98 cervejarias em 25 províncias, municípios administrados e regiões autônomas na China Continental, com uma capacidade de produção anual de mais de 20 milhões de quilolitros.

A China Resources Snow Breweries foi uma joint venture entre a SABMiller e a China Resources Enterprise. No entanto, após a antiga aquisição do & # 8217s pela Anheuser Busch InBev, a China Resources comprou o restante da participação.

Para obter mais detalhes sobre o tamanho do mercado global de cerveja, as principais empresas de cerveja e as tendências futuras desse mercado, dê uma olhada no Relatório do Mercado Global de Cerveja da Technavio 2018-2022 ou baixe seu relatório de amostra grátis agora.

4) Carlsberg

Fundada em 1847 por J.C. Jacobsen, a Carlsberg é um dos principais grupos cervejeiros internacionais do mundo hoje, com um vasto portfólio de cervejas e outras marcas de bebidas. Desde a década de 1990, a Carlsberg tem alcançado um crescimento estável, mas modesto, em vendas e lucros, apesar de um mercado de cerveja intensamente competitivo. Em março de 2016, o Grupo Carlsberg apresentou sua nova estratégia, SAIL & # 821722, para definir uma nova direção para o Grupo com um foco significativo em seu negócio principal de cerveja e áreas distintas para progresso futuro.

Outrora uma grande marca de cerveja com uma pequena presença corporativa, o Carlsberg Group se tornou a quarta maior empresa de cerveja do mundo nas últimas duas décadas, adquirindo outras pequenas marcas de cerveja, como Kronenbourg. A empresa agora opera 140 marcas de cerveja em todo o mundo.

5) Molson Coors Brewing

Incorporada em 2003, a Molson Coors é uma cervejaria líder global com 31 cervejarias, vendendo seu portfólio diversificado de mais de 90 marcas estratégicas e parceiras em mais de 50 países. A empresa tem uma forte presença e impulso de marca em três dos maiores mercados do mundo. It is the second-largest beer company in the US by way of MillerCoors and SABMiller, a leading brewer in Canada via Molson Coors Canada, and a top-tier brewer in the UK and Central Europe through Molson Coors Europe.

Long-time adversaries, US-based Molson Coors and UK-based SABMiller put aside their differences to merge their operations in the US and Puerto Rico in a joint venture, MillerCoors. MCBC continues to follow a growth strategy that includes building a stronger brand portfolio, growing the market share among its core brands, delivering value-added innovation, and growing its business in the premium, craft, and cider markets.

6) Tsingtao Brewery Group

Tsingtao Beer, one of China’s oldest beer companies, is gaining immense popularity around the world and has been successful in establishing a high-end Chinese beer brand image worldwide. With a history 115 years long, the Qingdao-based brewer has been selling its products in more than 100 countries. Its Western Europe sales grew 8% last year, while sales in the overseas market increased by 12%. As per the Centre of International Communication Studies, Tsingtao has acquired over 90% brand recognition in several developed countries in Europe and North America.

This beer brand is developing more and more customized products to meet the growing demands of different customers, including beverages brewed with dates and peaches. Tsingtao is looking forward to experimenting with new tastes and varieties through co-operation with its European partners. Tsingtao adheres to a “high-quality, high-visibility and high-price” strategy.

7) Asahi

Founded in 1889 in Osaka as the Osaka Beer Company, Asahi Breweries kept the No. 1 position in sales volume in Japan for twelve straight years after it launched Asahi Super Dry, Japan’s first dry draft beer. The company, celebrating its 128th anniversary, produces a wide variety of beer products and other alcoholic beverages to meet the varied needs of its customers. The Asahi Breweries Group is expanding its business to products beyond just alcohol, including foods and pharmaceuticals.

Asahi Breweries is reaping the benefits after strengthening its foothold in the European marketplace. It did this by acquiring beer brands that raised its status to one of the five biggest brewers in Asia. As demand for beer products wane at home and local competition with rivals like Kirin Holdings Co. intensifies, Asahi is stepping up to expand overseas.

8) Yanjing

Beijing Yanjing Beer Group, a China-based beer company, started off as Yanjing Brewery before consolidating into a group of companies that is categorized by the state, and is known for its top-quality beer products. Beijing Yanjing Beer is currently the country’s fourth most popular beer brand, and one of the world’s largest beer companies.

The company distributes its vast product portfolio, which includes beer, distilled wine, feed, materials, yeast, plastic boxes, and mineral water under the brands Liquan, Huiguan, Yanjing, e Xuelu. Yanjing mainly targets the domestic market, particularly South China and North China.

9) Kirin

Japan-based Kirin is one of the largest producers of beverages, and its subsidiary Kirin Brewery Company is one of the largest beer brands in the world. The company holds a stake in Myanmar Brewery Limited as well as Asia Pacific Breweries and owns Kirin Europe, Kirin Brewery of America, Philippine-based San Miguel Brewery, and other subsidiaries. In Japan, the company’s Ichiban Shibori e Kirin Lager are well-known beer brands, while its Kirin Tanrei is a popular low-malt beer.

Download related market report sample: Global Craft Beer Market 2020-2024

10) Groupe Castel

The Castel Group was founded in 1949. For over six decades, the company has devoted its skills and energy to spreading the word about French wines globally, and developing its soft drink and beer sectors in Africa. Castel is a globally recognized beverage name and one of the world’s largest beer companies, symbolized by a wide range of acclaimed Châteaux and brands, and with an established presence in over 130 countries.

The majority of Groupe Castel beer products are produced in Africa, where it expanded in 1990 with the purchase of Brasseries et Glacières Internationales (BGI). Flag and Castel are its most popular and enduring beer brands.

View more information about the top beer companies in the world, please download your Global Beer Market Report Sample for FREE!

Technavio’s beer market research is part of our alcoholic beverages report portfolio:


This Thai Temple Was Built Using 1.5 Million Beer Bottles

Glittering like an giant emerald in a tranquil pond is Thailand’s most eco-friendly temple. Wat Pa Maha Chedi Kaew (Wilderness Temple of the Great Glass Pagoda), also known as the Temple of a Million Bottles, is a testament to a community coming together to reduce pollution. In 1984, Buddhist monks in Sisaket province in northeastern Thailand grew tired of the mounting litter in the countryside and began a “100 Beer Bottles on the Wall” challenge. Headmaster Phra Khru Vivek Dharmajahn led the movement to build a temple decorated with glass containers on a deserted burial ground in the local village. The monks encouraged residents and businesses to donate their used beverage containers. Soon, the challenge attracted more empty bottles, which were reincarnated to build the glass temple in a span of two years.

A closer look at the bottles that go into making Thailand's ingenious Wat Pa Maha Chedi Kaew temple.

Photo: Crystite licenced / Alamy Stock Photo

In a spellbinding pattern of contrasting repetition, green Heineken and brown domestic Chang and Singha beer bottles are aligned into the concrete walls and spired roof of the structure. The colorful bottles also adorn the railings of the walkways leading to the temple grounds. Small brown Red Bull bottles (an energy drink that was inspired by an existing drink in Thailand) are used in a cross-hatching style on certain parts of the building, with green bottles mixed in at the top for contrast. Even the floors have the bottoms of bottles bored into them, creating an artistic mosaic that’s smooth to bare feet. This unique construction saved the monks money that would have otherwise been spent on paint and tiles, and helped clean up the province in the process.

The Temple of a Million Bottles is also the most eco-friendly temple in a country that houses over 40,000 temples.

Photo: Crystite licenced / Alamy Stock Photo

The pagoda (a tiered tower), ablaze with color from light reflecting through the 1.5 million bottles, acts as a stunning reminder of not just the scope of pollution, but the appeal of recycling. Inside, letting nothing go to waste, bottle caps, some still showing their logos, were used to create Buddhist art. It’s hard to take your eyes off the mural of Buddha meditating under the Bodhi tree, painstakingly made with bottle caps. As the monks collected more, they expanded the concept to approximately 20 buildings, including prayer rooms, a water tower, monk abodes, the crematorium, and tourist bathrooms.

A view of Buddha, surrounded by colorful beer bottles.

Photo: Courtesy of the TAT (Tourism Authority of Thailand)

Being mindful is one of the key tenets of Buddhism, and a visit to this unconventional shrine makes one reflect upon the impact a handful of people can have in a community. The resourceful monks have no plans to stop anytime soon the more bottles collected, the more structures they plan to build.


Cinco Ranch nears build-out with pricey houses on big lots

2 of 2 Partners in Building is building homes on 90-foot wide lots in the Estates at Ridgefield Heights in Cinco Ranch. Prices in the gated enclave range from $660,000s to over $1 million. Partners in Building Show More Show Less

Many of the final homes in Cinco Ranch are going up in the Estates at Ridgefield Heights, a gated enclave with 40 oversized lots in the Katy area.

After 25 years and nearly 15,000 homes, the Newland Communities development is almost sold out, with slightly more than 200 homes to go.

Partners in Building and Toll Brothers are building houses priced from $670,000 to more than $1 million on 90-foot-wide lots. The neighborhood is off Cinco Trace Drive near FM 1463 near Katy Independent School District's new MayDell Jenks Elementary.

Along with the nearly complete Ironwood Estates, Toll Brothers has 18 houses left to sell. The homes contain upward of 4,000 square feet and often five bedrooms.

While the economic downturn has slowed Toll Brothers' building by 20 percent since 2014, strength in the health care industry is diversifying the pool of Cinco Ranch buyers. The 8,100-acre community has long been a popular choice among employees of the Energy Corridor on Houston's west side.

"We're still seeing some strength in the very high price points, $800,000 to $1 million," said David Assid, Houston division president of Pennsylvania-based Toll Brothers.

Cinco Ranch Estates at Ridgefield Heights

Prices: $670,000 to more than $1 million

Builders: Partners in Building, Toll Brothers

"That's part of our success we've had, not only in Cinco Ranch, but the Fox Bend section of Sienna Plantation."

Buyers like the cachet of a gated community with access to parks, recreational facilities, shopping and other amenities, Assid said. The houses have media rooms, game rooms, master bathrooms with double showers as options, and such hard-surface flooring as ceramic tile, marble or wood. High-end kitchen cabinets with wood-encased vent hoods and commercial-grade appliances are popular, as are outdoor entertaining areas.

"According to my sales team, you do get to a price point where people are very well capitalized, and changes in the economy don't impact them as much," Assid said.

"They're going to purchase what they want and they're willing to pay for it."

More than a quarter of the houses planned in Estates at Ridgefield Heights have sold so far.

Cinco Ranch had been a staple of national top-selling communities lists until recently. Builders started 195 houses last year, down from 414 in 2014 and 819 in 2013, according to housing consulting firm Metrostudy.


Assista o vídeo: Tudo o que você precisa saber para CONSTRUIR UMA CASA nos Estados Unidos PASSO A PASSO