ao.toflyintheworld.com
Novas receitas

The All-American Stuffing

The All-American Stuffing


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Para o recheio de pão de milho, torrar o pão de milho seco é essencial; isso evitará que ele se desintegre durante a mixagem.

Ingredientes

  • ¾ xícara (1½ palitos) de manteiga sem sal, cortada em pedaços, dividida e mais
  • Uma panela de pão de milho de 9 x 13 polegadas, rasgada em pedaços de 1 polegada (cerca de 10 xícaras), seca durante a noite
  • ⅓ xícara de nozes picadas grosseiramente
  • 12 onças de salsicha de café da manhã, invólucros removidos
  • 4 xícaras de couve, hastes duras removidas, rasgadas em pedaços de 5 cm
  • Sal kosher, pimenta moída na hora
  • ¼ xícara de vinagre de maçã
  • 2 ovos grandes, batidos para misturar
  • 2 xícaras de caldo de frango ou peru (de preferência caseiro) e mais

Preparação de Receita

  • Pré-aqueça o forno a 400 °. Unte com manteiga uma camada rasa de 3 qt. assadeira e uma folha de papel alumínio. Torre os pedaços de pão de milho em 2 assadeiras de beiradas baixas até dourar, 8–10 minutos; coloque o pão de milho em uma tigela bem grande.

  • Reduza a temperatura do forno para 350 °. Torre as nozes em uma assadeira limpa de borda, mexendo uma vez, até ficarem perfumadas e ligeiramente escurecidas, 8–10 minutos. Deixe esfriar; adicione à tigela com o pão de milho.

  • Enquanto isso, aqueça o óleo em uma frigideira grande em fogo médio-alto. Adicione a salsicha e cozinhe, mexendo ocasionalmente e quebrando em pequenos pedaços com uma colher, até dourar e cozinhar, 7–10 minutos. Transfira para uma tigela com pão de milho com uma escumadeira.

  • Adicione a cebola, o aipo e a couve à frigideira, tempere com sal e pimenta e cozinhe, mexendo sempre, até que as cebolas estejam douradas e macias, 10-12 minutos. Transfira para uma tigela com o pão de milho.

  • Reduza o fogo para médio e cozinhe o vinagre na frigideira, raspando os pedaços que estiverem dourados, até que quase todos tenham evaporado, cerca de 1 minuto. Adicione ½ xícara de manteiga; cozinhe, mexendo sempre, até derreter. Regue sobre a mistura de pão de milho.

  • Bata os ovos e 2 xícaras de caldo em uma tigela média; despeje sobre a mistura de pão de milho. Tempere com sal e pimenta e misture delicadamente, adicionando mais ¼ xícara de caldo de cada vez, conforme necessário (você pode não usar tudo), até que esteja combinado e o pão de milho esteja hidratado. Misture com cuidado para evitar quebrar o pão de milho em migalhas. Transfira para uma assadeira preparada e polvilhe com ¼ xícara de manteiga restante.

  • Cubra com papel alumínio com manteiga; asse até que uma faca inserida no centro saia quente, 30–35 minutos. Aumente a temperatura do forno para 450 °. Descubra e leve ao forno até que o topo esteja dourado e crocante, 20 a 25 minutos. Deixe descansar 10 minutos antes de servir.

  • Avance: O recheio pode ser montado com 1 dia de antecedência. Cubra e leve à geladeira.

Seção de Críticas

Resumo da receita

  • 12 colheres de sopa de manteiga sem sal
  • 4 cebolas, (2 libras), descascadas e cortadas em cubos de 1/4 de polegada
  • 16 talos de aipo, cortados em dados de 1/4 de polegada
  • 10 folhas grandes de sálvia fresca, picada ou 2 colheres de chá de sálvia seca e triturada
  • 6 xícaras de caldo de galinha caseiro, ou caldo de galinha enlatado com baixo teor de sódio, com pouca gordura
  • 2 pães velhos, pão branco (cerca de 36 fatias), com crosta e cortados em cubos de 1 polegada
  • 2 colheres de chá de sal
  • 4 colheres de chá de pimenta-do-reino moída na hora
  • 3 xícaras (cerca de 2 cachos) de salsa fresca picada grosseiramente, folhas
  • 2 xícaras de nozes, torradas e picadas (opcional)
  • 2 xícaras de cerejas secas (opcional)

Derreta a manteiga em uma frigideira grande. Adicione a cebola e o aipo e cozinhe em fogo médio até que as cebolas fiquem translúcidas, cerca de 10 minutos. Adicione a sálvia, misture bem e cozinhe por 3 a 4 minutos. Adicione 1/2 xícara de caldo e mexa bem. Cozinhe por cerca de 5 minutos, até que o líquido tenha reduzido pela metade.

Transfira a mistura de cebola para uma tigela grande. Adicione todos os ingredientes restantes, incluindo a mistura de caldo restante para combinar.


Como fazer pão de milho americano

A avó chamaria os resultados desta receita de pão de milho americano de & # 8220Johnny Cake & # 8221 ou & # 8220hoecake & # 8221. Hoecake, de acordo com a Wikipedia, é & # 8220is mingau de fubá frito, que é feito de fubá amarelo ou branco misturado com sal e água quente ou leite, e às vezes adoçado & # 8221. Nossa versão é muito mais atraente do que essa descrição!

Clique para comprar nosso fubá favorito, Natco.

Tradicionalmente, American Cornbread é feito em uma assadeira de ferro fundido (como esta), mas gostamos de transformar os nossos em muffins. Principalmente, para o controle da parcela. Uma panela inteira de pão de milho pode desaparecer rapidamente e os muffins podem ser facilmente contados, então sabemos que devemos parar em dois (ou três).


Resenhas sobre este livro

Snaps de conhaque

Kitchn

O snap de conhaque é um ótimo biscoito e não é muito difícil de preparar depois que você pega o jeito. A batata frita em si é deliciosa e viciante.

  • ISBN 10 0679450815
  • ISBN 13 9780679450818
  • ISBNs vinculados
    • 9780553568813 Brochura (Estados Unidos) 01/08/1994
    • 9780553208146 Brochura (Estados Unidos) 01/11/1993
    • 9780394567884 Brochura (Reino Unido) 30/09/1994

    Trapaça de recheio de fogão

    Você chama isso de recheio ou molho? Chamamos isso de recheio em nossa casa, e Stove Top é o favorito da família. Parece trapaça usar recheio de caixa nos feriados, mas minha família não vai usar mais nada. Acho que adulterar um pouco é uma ótima maneira de vesti-lo e espero que seus convidados não consigam distingui-lo de uma caixa! Boas festas para você e seus!

    Nossa postagem em destaque esta semana:


    The All-American Stuffing - Receitas

    Mais em breve & # 8212, mas eu só queria postar que finalmente encontrei uma forma de bolo Golden Rod (como pode ser visto aqui)! Quando chegar aqui postarei algumas fotos. E em breve, eu realmente tentarei fazer um bolo de haste de ouro ou triângulos Waldorf.

    Esta litografia data de 1918. A Biblioteca Pública de Boston, que gentilmente postou isso em seu feed do Flickr, observou que o milho entrou em cena durante a Primeira Guerra Mundial para substituir o trigo e o açúcar, que eram ambos racionados.

    Agora o racionamento acabou, mas os produtos derivados do milho são mais abundantes do que nunca na dieta americana.

    O noroeste está começando a se agitar, no entanto. A Crescent Manufacturing Company trocou a agulha da vitrola ao demonstrar que o Mapleine era desejado pelos varejistas nacionais assim que souberam dele por meio das campanhas publicitárias nacionais iniciadas há doze anos. Em 1910, anúncios Mapleine apareceram em Boa arrumação, O Designer, Mulheres & # 8217s Home Companion, Ladies & # 8217 Home Journal, e Ladies World. Carnation Milk usava uma agulha de tom forte e se tornou um produto nacional na mesma época.
    & # 8212 & # 8220 Questões de publicidade, & # 8221 The Washington Newspaper, Maio de 1923.

    Na Parte 1 de nossa série sobre o Mapleine, apresentei um pouco do histórico do produto e da batalha da Crescent Manufacturing Company & # 8217s com o governo dos EUA por causa da rotulagem. Depois que eles fizeram um acordo com os federais que lhes permitiu continuar usando o nome Mapleine, não houve como impedi-los. Como a citação acima indica, eles começaram a anunciar nacionalmente e o Mapleine decolou.

    A primeira parte do século 20 viu duas guerras mundiais e uma Grande Depressão. Um produto que permitia que donas de casa, campistas e todos os outros fãs de bordo fizessem um xarope que tinha um gosto bom, mas era muito mais barato do que o bordo de verdade, era perfeito para a época, e a Crescent garantiu que todos soubessem disso.

    No início da década de 1910, o Mapleine foi promovido como & # 8220The Flavor De Luxe. & # 8221 Anúncios, então e depois, muitas vezes apresentavam receitas. Aqui está um anúncio de 1912 de Resumo Literário com uma receita simples de recheio de bolo.

    • 2 xícaras de açúcar granulado
    • 3/4 xícara de leite
    • Manteiga do tamanho de uma noz
    • 1 colher de chá de Mapleine

    Jessie: uma variedade de morango ilustrada em The ABC of Strawberry Culture for Farmers, Village People, and Small Growers, por T. B. Terry e A. I. Root, publicado em 1902.

    É junho, o que significa que é a temporada dos morangos! (Bem, geralmente é. Este ano, o clima do noroeste tem estado excepcionalmente frio, então aposto que os morangos estão atrasados.) Se for a temporada dos morangos, é hora do festival do morango, com algumas receitas de morango e ideias de menu!

    110 anos atrás, em junho de 1901, Boa arrumação publicado & # 8220XXth Century Festivals: The Strawberry Festival, & # 8221 sugerindo que os festivais deveriam ser realizados em uma noite de luar e mobiliados com mesas com finas toalhas de linho brancas e decorações de samambaias. Os pratos devem ser vermelho morango, verde e branco.

    A peça central sugerida (que & # 8220 deve ter um lugar de honra & # 8221) parece muito adorável para uma festa crepuscular de verão:

    & # 8220Em um local bem visível, coloque uma mesa com uma tigela de vidro de frapê de morango ou limonada, para ser servida em pequenas xícaras de vidro. Um bloco de gelo escavado, com uma vela rosa acesa dentro, pode ser colocado no centro da tigela, e o batido amontoado ao redor do gelo, garantindo o frescor. Decore a mesa com vinhas de morango ou samambaias e tenha duas donzelas vestidas de branco para servir o frappe. & # 8221

    Aqui está a receita dada algumas páginas depois para o frappe:

    • 4 xícaras de água
    • 2 xícaras de açúcar
    • Suco de 6 limões
    • 4 xícaras de purê de morangos frescos

    Boa arrumaçãoO menu sugerido para o evento pode ser um pouco diferente de um menu moderno, mas não terrivelmente:

    MENU DO FESTIVAL DE MORANGO

    Presunto frio Rolinhos de língua fria
    Batata Saratoga Salada de tomate Bolacha
    Picles Rabanetes Pimolas
    Shortcakes doces individuais Morangos e creme
    Sorvete de morango éclairs de morango
    Pão de ló Bolo de anjo Bolos pequenos
    Café com Chocolate

    A revista também trouxe algumas receitas de bolos e geleias para vender no festival. Aqui está um exemplo:

    • 1 xícara de água fervente
    • 1/4 xícara de manteiga
    • Um grão de sal
    • 1 xícara de farinha
    • 4 ovos
    • morangos adoçados ou geléia
    • cobertura fervida colorida com suco de morango

    Pretendo experimentar este e apresentarei um relatório.

    (Nota editorial 1: Pimolas parecem ser o que provavelmente chamamos de pimientos hoje & # 8212 azeitonas recheadas com pimentão. Talvez a palavra seja uma maleta de & # 8220pimiento-olives & # 8221? Muitos menus desse período os listam como & # 8220pim-olas. & # 8221)

    (Nota editorial 2: A formatação das receitas deve ser compatível com o novo sistema Recipe View do Google & # 8217. Embora a formatação seja um pouco diferente da original de 1901, o texto das instruções da receita não foi alterado.)

    Não se preocupe, as partes 2 e 3 de & # 8220Oh, Mapleine! & # 8221 estarão disponíveis em breve. Mas encontrei mais algumas coisas que achei que seriam do interesse e não queria esperar para publicá-las.

    No ano passado eu postei sobre o livro de receitas Culinária mexicana para lares americanos (Edição de 1936), e depois tentei uma receita do livro para & # 8220Enchiladas, Mexican Style & # 8221 que acabou sendo excelente.

    O usuário do Flickr Eudaemonius postou uma versão completa da edição de 1932 do mesmo livro de receitas. É muito mais colorido e extravagante em design do que a cópia de 1936 que eu tenho & # 8212mim, talvez reflita um pouco mais a austeridade da era da Depressão. Não inclui os títulos bilíngues que a edição posterior continha. A cópia de 1932 também não contém todas as receitas. Pode ser mais curto (não consigo encontrar o meu para verificar no momento), mas definitivamente não inclui as enchiladas empilhadas que fiz do outro livro. Ele contém receitas como & # 8220Mexican Rarebit, & # 8221 & # 8220Chili and Rice Cones, & # 8221 e & # 8220Mexican Chop Suey. & # 8221

    Sim, você leu corretamente. Aqui está!

    • 4 colheres de sopa de manteiga
    • 2 cebolas pequenas picadas
    • 3 pedaços de aipo picado
    • 1 pimenta verde picada
    • 1 kg de hambúrguer
    • 1 No. 1 pode purê de tomate
    • 1 t. sal
    • 1 No. 2 pode Gebhardt's Spaghetti

    Mexicano? Provavelmente nem tanto. Mas isso me lembra algumas das caçarolas que minha mãe preparou na década de 1970.

    Outro site que gostaria de apontar é La Cocina Historica, um projeto do Departamento de Coleções Especiais da Universidade do Texas em San Antonio. O blog apresenta receitas da coleção de livros de receitas mexicanas da universidade & # 8217s. Eles têm mais de 900 livros de receitas mexicanos, texanos e do sudoeste em espanhol e inglês, datando de 1789-2010. A coleção inclui livros de receitas impressos e também manuscritos manuscritos. Os blogueiros (várias pessoas contribuem para o site) experimentam as receitas e descrevem como elas ficaram.

    Eu acho que & # 8220Huevos al Estilo Español & # 8221 (1908) soa adorável, mas provavelmente porque é muito próximo da minha receita de burrito para o café da manhã. Eu simplesmente misturei esse recheio e embrulhei em tortilhas.

    (Nota editorial: esta postagem foi ligeiramente alterada em 17 de maio de 2011 para incluir uma nova formatação de receita para ser compatível com o sistema Google & # 8217s Recipe View.)

    Aromas de imitação tendem a ser desaprovados ou, pelo menos, não muito respeitados. Ninguém quer doces com sabor de chocolate & # 8220 & # 8221 se puderem comer chocolate de verdade. Mas há um sabor de imitação que é comumente comido sem reclamação nos Estados Unidos e Canadá & # 8212 maple.

    O xarope de bordo que a maioria das pessoas usa em suas panquecas e waffles não é feito de bordo. (Nos EUA, se o rótulo o chamar de & # 8220 xarope de maple & # 8221 & # 8217s supostamente é 100% bordo puro. Mas a maioria do xarope vendido em supermercados é o velho & # 8220 xarope de panqueca & # 8221 e esse é o material artificial.) Tem um gosto razoavelmente semelhante ao xarope de bordo e é bom para o que é, mas ainda é uma imitação. A maioria dos xaropes de panqueca de supermercados, como você pode ver aqui no site da Tia Jemima, são xaropes de milho com corantes, conservantes e aromatizantes naturais e artificiais.

    Ao longo do século 20, no entanto, muitas donas de casa fizeram um xarope de bordo artificial muito mais simples com apenas três ingredientes: açúcar granulado, água e o extrato de sabor Mapleine.

    Mapleine era (e é) um produto da Crescent Manufacturing Company em minha cidade natal, Seattle, Washington. Em 1905, um químico da Crescent inventou Mapleine, & # 8220 um extrato vegetal saudável, feito de raízes e ervas & # 8221 (de acordo com um anúncio de 1906 em The Pacific Monthly, retratado à direita). A fórmula sempre foi secreta, mas uma embalagem moderna da Mapleine lista os seguintes ingredientes: & # 8220Água, aromatizantes naturais, cor de caramelo, álcool (7%), ácido fosfórico, vanilina e agentes sulfetantes. & # 8221

    Anúncio de 1906, The Pacific Monthly

    O governo dos Estados Unidos questionou a embalagem do Crescent & # 8217s e, em 1909, o caso dos Estados Unidos da América vs. 300 casos de & # 8220Mapleine & # 8221 acabou no tribunal. O governo acusou as caixas de estarem ilegalmente etiquetadas como & # 8220Crescent Mapleine & # 8221 do lado de fora e que essas palavras indicariam que o produto continha bordo. A Crescent argumentou que a rotulagem nas caixas e garrafas dentro os casos, que declararam & # 8220Mapleine, um produto vegetal que produz um sabor semelhante ao Maple & # 8221, devem ser levados em consideração. (Esta defesa de Mapleine de uma perspectiva local de Seattle, de uma edição de 1909 de A costa, é uma leitura interessante.)

    Um júri considerou a Crescent culpada de falsificação de marca, após o que a empresa chegou a um acordo com o governo de que o nome & # 8220Mapleine & # 8221 poderia continuar a ser usado, contanto que toda a rotulagem fosse modificada para mostrar claramente que o produto era uma imitação de sabor de bordo . As modificações foram feitas e o Mapleine permaneceu no mercado.

    Este anúncio de 1908, publicado durante o mesmo mês em que as 300 caixas de Mapleine foram apreendidas em Chicago sob a acusação de falsificação de marca, mostra que a Crescent já estava se esforçando para rotular claramente as garrafas e os anúncios. O anúncio começa com o parágrafo não particularmente atraente & # 8220Mapleine não tem nada a ver com xarope de bordo & # 8212 exceto o sabor. Também não é um substituto ou mesmo uma imitação do xarope de bordo, mas um aroma original com o sabor genuíno de bordo. & # 8221 O frasco na foto agora contém uma isenção de responsabilidade clara.

    Em 1909, Crescent sediou uma grande exibição de Mapleine na Exposição Alaska-Yukon-Pacific em Seattle, e descreveu Mapleine, talvez com um pouco de exagero, como uma & # 8220 palavra doméstica & # 8221 que & # 8220 espalhou a fama de Seattle por todo o Oeste hemisfério. & # 8221 O estande no AYP, situado entre os estandes da Carnation Milk (também um produto local, na época, mas atualmente de propriedade da Nestlé) e Jell-O, estava orgulhosamente marcado como & # 8220Seattle, Wash. & # 8221 em letras grandes. * Mapleine ainda é vendido hoje, mas Crescent foi vendido para McCormick and Company, Inc. de Baltimore, Maryland em 1989, e Mapleine não mais promove Seattle em sua embalagem.

    Nas décadas seguintes, a frugalidade do tempo de guerra e da depressão & # 8212, junto com muitos folhetos de propaganda e receitas da Crescent & # 8212, fez com que a Mapleine se tornasse ainda mais popular. Na Parte 2 desta série, publicarei anúncios e receitas do apogeu do Mapleine na Parte 3, eu farei uma Torta de Mapleine.

    Exposição da Crescent & # 039s Mapleine na exposição Alaska-Yukon-Pacific em Seattle, 1909.

    *(Nota editorial adicionada após a publicação desta postagem.) Em um exame mais aprofundado da foto, parece possível que as letras & # 8220Seattle, Wash. & # 8221 no estande tenham sido adicionadas à foto após o retoque. No entanto, não posso ter certeza disso. A Universidade de Washington tem uma foto do mesmo estande, mas não apenas essa área do estande foi claramente retocada na cópia UW, mas existem algumas outras pequenas diferenças que fazem parecer que as fotos foram tiradas em momentos diferentes, então a foto UW não confirma necessariamente nada.

    Tenho um certo interesse por receitas antigas de sundaes e refrigerantes da era dos refrigerantes. Junto com os familiares sundaes de chocolate e banana splits que ainda encontramos nos restaurantes de hoje & # 8217s, você encontra confeitos mais incomuns, como um Rose Bud Sundae com molho de rosa, um Sundae de Uva Maltado com suco de uva e leite maltado e um Creme de Frutificado Salada Menta com folhas de alface, sorvete de baunilha, salada de frutas e xarope de creme de menta.

    Os itens acima são um pouco incomuns para os gostos modernos, mas eles não parecem todos naquela estranho, realmente. (Ou talvez eu esteja muito acostumado a folhear livros de receitas antigos.) Mas então, me deparei com esta receita de refrigerante em O manual padrão de refrigerantes e outras bebidas, 1897:

    • Suco de amêijoa, 1 1/2 fl. onças
    • Leite frio, 2 fl. onças
    • Água carbonatada, fluxo grosso, suficiente para encher um copo de 8 onças

    Obviamente, esta não é uma sobremesa doce. Alguém se atreve a experimentar e apresentar um relatório? Eu não acho que posso fazer isso.

    Já vi algumas receitas de bebidas quentes com caldo de amêijoas, leite ou creme e água quente (veja o anúncio antigo abaixo), e isso não parece tão estranho & # 8212; parece apenas sopa. Mas o refrigerante de marisco gaseificado e frio?

    Caldo de moluscos anunciado no The National Druggist, 1900.

    A receita acima é de Serviço de limpeza moderno, Dezembro de 1905. Você pode achar difícil de ler. Aqui está o que inclui:

    Ostras em rodelas de limão com meia casca
    Pão de Sopa Transparente
    Pargo assado, molho de salsa
    Salada de pepino
    Ganso Assado com Molho de Maçã
    Batatas temperadas com pastinaca cozida
    Sorvete de laranja
    Pernil Assada de Veado
    Geléia de bérberis
    Alface temperada
    Pudim de ameixa, molho duro
    Sorvete de Pêssego em Palitos
    Bolo De Café

    Em dezembro de 1901, Cozinha americana a revista forneceu quatro menus separados para o jantar de Natal. Ostras cruas, lagosta Newburg e codorna grelhada estão incluídas ao lado do peru assado com o qual estamos mais familiarizados no Natal de hoje. Aqui estão eles, formatados como estavam na revista:

    TORANJA.
    CONSUMO DE GALINHA. AMÊNDOAS SALGADAS.
    LOBSTER NEWBURG.
    CODORNIZ QUEBRADA. MOLHO DE COGUMELO.
    SHERBET DE ABACAXI.
    GANSO ASSADO. RECHEIO DE CASTANHA.
    SALADA DE MAÇÃ. CROQUETES DE BATATA DOCE.
    PUDIM DE AMEIXA.
    MARLBORO PIE. NUTS. PASSAS DE UVA.
    CAFÉ.

    SOPA DE OSTRA.
    SALSÃO. AZEITONAS. BOLHAS MARROMADAS.
    COBERTURA DA CEBOLA. GANSO ASSADO. MOLHO DE MAÇÃ.
    BATATAS DOCES VIDRADAS. NABOS.
    LEMON ICE.
    CROQUETES DE GALINHA.
    SALADA DE MAÇÃ E CELERY.
    PUDIM DE AMEIXA. MINCE PIE.
    LEMON JELLY. BOLOS DE LIMÃO DA RAINHA.
    NUTS. DATAS. CAFÉ.
    MAÇÃS. LARANJAS.

    OSTRAS CRU.
    JULIENNE SOUP. SALSÃO.
    ASSADO PORCO. BATATAS RECHEADAS. CEBOLAS
    MOLHO DE MAÇÃ.
    TURQUIA FERVIDA. CROQUETES DE BATATA.
    ESPINAFRE MOLDADA.
    WAFERS. SALADA DE ALFACE. QUEIJO.
    CREME NEAPOLITANO. BOLO.
    CAFÉ.

    OSTRAS CRU.
    CONSOMME. ROLOS. SALSÃO. AZEITONAS.
    PERU ASSADO. PURÊ DE BATATA.
    ABÓBORA. CEBOLAS BATATAS DOCES MARROMADAS.
    SHERBET DE ABACAXI.
    TUTTI FRUTTI. GELÉIA DE CRANBERRY.
    MINCE PIE. PUDIM DE AMEIXA.
    UVAS. FIGS. DATAS.
    NUTS. DOCE.
    LARANJAS. MAÇÃS.
    CAFÉ.

    Por último, o vegetarianismo não é novo. Culinária sem carne por Maria McIlvaine Gillmore foi publicado em 1914 e inclui vários menus de feriados, como:

    MENU DE NATAL
    Salpicão de frutas
    Biscoito De Arroz De Tomate Bisque
    Rabanetes Pinhões Azeitonas Maduras
    Molho de legumes com curry e pepinos em cubos
    Batatas à la Maître d Hôtel
    Molho de Cranberry com Cebola Espanhola
    Bolachas de Salada de Maçã e Aipo
    Sorvete de caramelo com queijo cremoso de frutas sortidas em bolachas

    Talvez alguns desses menus o inspirem a adicionar comida de Natal à moda antiga às suas refeições festivas este ano.

    Navegando no Google Livros (algo que passo muito tempo fazendo), me deparei com um artigo interessante de uma edição de 1914 da Cozinha americana. Na época, a Primeira Guerra Mundial estourou recentemente na Europa, mas os Estados Unidos permaneceram oficialmente neutros.

    Neste artigo, uma família americana declara guerra a alimentos importados caros e converte o cardápio de Natal do ano anterior & # 8217s em um banquete cultivado nos Estados Unidos em 1914. Consistente com a postura de neutralidade da nação & # 8217s, todos os vestígios de conteúdo estrangeiro são removidos, mesmo o pudim de ameixa inglês e a palavra francesa & # 8220menu. & # 8221 Mas mesmo em 1914, os americanos não podiam viver sem seu café.

    Censurando o Jantar de Natal

    Por Stella Burke May, Cozinha americana, Dezembro de 1914

    Um estado de guerra existia na casa até então pacífica do americano John Smith, pois a Sra. John Smith, generalíssimo da cozinha, havia declarado guerra aos produtos alimentícios estrangeiros.

    Entre as causas que levaram a esta declaração estavam, primeiro, que a família Smith estava sendo constantemente ameaçada pela frota aérea de produtos importados, que havia lançado uma bomba de alto custo de vida em seu departamento de comissariado, e, segundo, aquela invasão estrangeira, durante os últimos doze meses, quase destruiu o tesouro de John Smith.

    Como prova desta última acusação, a Sra. Smith apresentou seu cardápio de Natal do ano anterior, que mostrava o elemento estrangeiro em forte supremacia.

    Sentindo a necessidade do apoio de um forte aliado, ela ligou para o marido do jornal vespertino e mostrou-lhe a programação de seu jantar natalino do ano passado e # 8217s.

    & # 8220Sombras do Pai de Seu País, & # 8221 exclamou John enquanto olhava o cartão. & # 8220 Não é de admirar que houve guerra na Europa! & # 8221

    Isso é o que ele leu:

    Assim, mesmo quando o censor da imprensa europeu, lápis na mão, analisa seus despachos de guerra, apagando uma palavra aqui, uma frase ali, para que seu próprio país não apareça em desvantagem ou o inimigo se beneficie do contexto, não foi a Sra. John Smith repassar sua tarifa de Natal, omitindo todas as combinações e condimentos estrangeiros, e evitando os altos C & # 8217s do ano passado, como & # 8220canapés, consommés e cafés & # 8221, este censor americano apagou todas as evidências de dominação estrangeira , e lançou seu transporte em águas neutras do coquetel ao café.

    Com patriotismo aliado à engenhosidade, ela se dedicou à tarefa de preparar um jantar que poderia ficar descoberto enquanto a bandeira passasse.

    & # 8220Eu evitarei até mesmo a aparência de partidarismo (sic), & # 8221 ela disse a si mesma, & # 8220 e nem mesmo chame isso de menu. Será uma nota de tarifa este ano. & # 8221

    & # 8220E não deve haver nenhum sabor estrangeiro, nem páprica, nem azeite francês ou italiano na salada, nem vinhos ou conhaques importados. & # 8221

    Ambos concordaram que um canapé era decididamente contrabando e, embora pudesse servir se disfarçado sob o título de & # 8220appetizer & # 8221, sentiam que ostras de Baltimore serviam em sua casca nativa, com raiz-forte de Iowa, ketchup de Oklahoma e fatias finas de Califórnia limão estaria em estrita neutralidade.

    O consommé deve se tornar uma sopa nem mesmo um caldo, mas uma sopa de legumes simples, e os aspargos pareciam cumprir todas as leis marítimas.

    Se o mercado oferecesse rabanetes frescos, eles seriam adicionados à sopa, mas em nenhum caso as azeitonas espanholas seriam aprovadas. Na verdade, todas as & # 8220hors d & # 8217oeuvres & # 8221 eram agora & # 8220hors de combat. & # 8221

    O prato de peixe foi abandonado como uma extravagância, já que as ostras deveriam abrir a refeição, então a manteiga do maitre d & # 8217hôtel foi descartada.

    & # 8220Como seria comprar o peru no & # 8216 casco & # 8217 este ano? & # 8221 questionou o marido. & # 8220 Vou matá-lo e retirá-lo a seco, e você pode pendurá-lo na geladeira por alguns dias antes do Natal. & # 8221

    & # 8220Turquia! Turquia! & # 8221 exclamou sua esposa em supremo espanto. & # 8220Por que, John Smith, não teremos uma ave com um nome estrangeiro como esse. Queremos comer ganso assado com recheio de castanha. & # 8221

    Para o prato principal, então, seria ganso assado, com recheio de castanhas e batatas.

    & # 8220Lembre-se, & # 8221 advertiu John, & # 8220nenhum vegetal com nome estrangeiro como batata irlandesa. & # 8221 Portanto, evite as águas beligerantes em que navegou & # 8220 & # 8216 batata a la Hollandaise & # 8217 frito francês , Frito alemão, gratinado, O & # 8217Brien, Hongroise & # 8221 ela pousou na batata-doce, estilo sulista, e adicionou isto ao seu cartão.

    Couves de Bruxelas foram acusadas da mesma forma. "

    Em seguida, o frappé de cranberry foi desprovido de sua aparência estranha e apareceu em casa como & # 8220cranberry gel moldado & # 8221 e o entendimento era que eles deveriam ser cultivados em Wisconsin.

    Pequenos rolos leves feitos com farinha de Minneapolis seriam servidos com o prato de carne.

    O prato de salada foi rapidamente eliminado. Após o jantar do ano anterior, ela escolheu uma salada de maçãs, aipo e nozes em copos de alface coração. Ela insistia em maçãs New York Jonathan, aipo Michigan, nozes Illinois e alface da Flórida, servidas com molho de creme. No lugar do queijo Neufchatel, ela servia queijo cottage espalhado entre fatias finas de pão integral, junto com a salada. O & # 8220 perigo amarelo & # 8221 aipo era, obviamente, um tabu.

    & # 8220Eu não vejo por que eles sempre têm pudim de ameixa inglês, quando a torta picada da Nova Inglaterra contém todas as & # 8216 coisas de que os sonhos são feitos, '& # 8221 disse John, e, seu comissário geral concordando com ele, resolveu peça torta picada da Nova Inglaterra com pudim congelado.

    Para as nozes, ela escolheu nozes pecãs com casca de papel da Geórgia. Estes, com laranjas tangerina da Flórida e passas da Califórnia pareceriam suficientemente & # 8220censurados. & # 8221

    E, por último, é claro, café em meias xícaras, com açúcar refinado da Louisiana e creme caseiro. Ela percebeu que deveria chamar seus vizinhos da América do Sul para o café, mas ambos concordaram que o café Brasil em um coador de Connecticut deveria passar pela crítica mais capciosa.

    Montando seu jantar nacional, isto foi o que ela produziu:

    Jantar de Natal, 1914.
    Plano americano.

    Baltimore Oysters on Half Shell
    Servido com raiz-forte, ketchup e fatias finas de limão
    Sopa de espargos
    Wafers Salgados Rabanetes Frescos
    Ganso assado
    Recheio de Castanha
    Batata doce do Alabama, estilo sulista
    Cebola Assada com Creme de Repolho
    Geléia de cranberry em moldes
    Rolinhos leves
    Salada de maçã-aipo-nozes em copos de alface com coração
    Sanduíches de pão integral e queijo cottage
    Torta Picada da Nova Inglaterra
    Pudim Congelado
    Florida Tangerines Georgia Paper Shelled Pecans California Raisins
    Meias xícaras de café
    Louisiana Sugar Cream

    Assim, despida de suas vestes estrangeiras e vestida com um vestido novo com um fino acabamento doméstico, contemplamos o jantar de Natal americano para os americanos em casa, e enquanto cumprimentamos nossos convidados, o americano John Smith inserirá uma nova agulha e iniciar & # 8220The Star Spangled Banner. & # 8221

    Cozinha americana pode não ter levado isso muito a sério. As receitas que eles fornecem posteriormente nesta edição contêm muitos dos verboten sabores estrangeiros.

    (Quer ver mais alguns cardápios de Natal? Fique ligado. Postarei mais alguns ainda hoje.)

    Em janeiro, falei sobre o bolo Golden Rod e a assadeira usada para assá-lo. Encontramos várias receitas, mas ficamos nos perguntando como o bolo deveria ser e sobre a origem do nome. Desde então, encontrei um pouquinho mais de informações sobre este bolo indescritível.

    Esta foto de Triângulos Waldorf e sua bandeja triangular é de Cozinha americana, Abril de 1921, p. 680. Acompanha esta receita:

    Triângulos Waldorf

    Bata as gemas de seis ovos bem leves aos poucos, acrescente meia xícara de açúcar granulado, depois duas colheres de sopa de suco de laranja. Por último, adicione meia xícara de farinha peneirada, peneirada novamente com uma colher rasa de fermento em pó e alguns grãos de sal. Coloque a mistura em frigideiras Waldorf Triangle e asse em forno moderado. Assim que os bolos saírem da frigideira, cubra as laterais com glacê fervido e polvilhe com pistache picado.

    Isso deve soar familiar, porque é quase a mesma, palavra por palavra, que a receita & # 8220Goldenrod Cake for Charlotte Russe Molds and Waldorf Triangles & # 8221 que a Boston Cooking School publicou em uma versão anterior de sua revista em 1904 e 1905, e que incluí na minha postagem anterior. Uma das receitas de 1904-1905 inclui o glacê cozido e as nozes de pistache, mas a outra não. As receitas mais antigas também não se referem às panelas pelo nome como & # 8220 Panelas do Triângulo Waldorf. & # 8221

    O título das primeiras receitas da Escola de Culinária de Boston parece estar bem claro que esta é uma receita para o Bolo Goldenrod que pode ser usado para fazer Triângulos Waldorf. Outras receitas antigas, entretanto, não mencionam os pistaches e freqüentemente mencionam a cobertura de laranja.

    The Rocky Mountain Cook Book: for High Altitude Cooking (Edição de 1918 de um livro de receitas de 1903) inclui um quase idêntico à receita BCS:

    Bolo De Haste De Ouro.

    Bata as gemas de seis ovos até que a luz aos poucos bata nesta meia xícara de açúcar, depois duas colheres de sopa de suco de laranja e meia xícara de farinha peneirada, peneirada novamente com uma colher rasa de fermento em pó e um quarto de sal Asse em pequenos bolos e cubra com glacê de laranja.

    Este é o mesmo que o BCS & # 8220Goldenrod Cake para Charlotte Russe Molds e Waldorf Triangles & # 8221 e posteriores Cozinha americana & # 8220Waldorf Triangles & # 8221 receita, com uma exceção & # 8212 no final. Nenhuma menção de glacê fervido polvilhado com pistache, apenas glacê de laranja. O pistache poderia ser a característica definidora dos Triângulos Waldorf? Uma das receitas BCS também não os menciona. Talvez os bolos sejam Golden Rod Cakes se tiverem cobertura de laranja (ou nenhuma?) E Triângulos Waldorf se tiverem pistache.

    (Aliás, o autor de The Rocky Mountain Cook Book, Caroline Trask Norton, formou-se na Escola de Ciências Domésticas de Boston, então talvez não deva ser surpreendente que a receita seja semelhante à versão BCS.)

    A receita em 365 receitas de laranja: uma receita de laranja para todos os dias do ano é chamado de & # 8220Goldenrod Cake & # 8221 e diz & # 8220Asse em forminhas de goldenrod e quando gelado com a seguinte cobertura & # 8221 passando a descrever uma cobertura feita de casca de laranja, ovo, açúcar, água, suco de laranja e limão, e & # 8220sugar para ficar tão espesso quanto fundente. & # 8221 A cobertura é então colorida de laranja.

    Existem mais algumas referências a essas receitas que podem acrescentar clareza à situação, ou talvez apenas confundi-la ainda mais.

    The Boston Cooking-School Magazine Outubro de 1905, p.174, tem esta receita:

    Triângulos Waldorf

    Prepare a mistura de bolo de ouro dada na página 91 de agosto-setembro de 1904, edição da revista. Asse em forminhas douradas (serão necessárias duas formas, cada uma contendo seis triângulos). Quando os bolos estiverem assados, cubra as laterais com glacê de confeiteiro & # 8217s ou com fondant e, em seguida, polvilhe com pistache escaldado, picado bem.

    The implication here is that Golden Rod cakes become Waldorf Triangles by the addition of frosting and chopped pistachios.

    Then there is What To Cook and How To Cook It 1899, by Mrs. W. A. Johnson of Paris, Kentucky. In the appendix, on page 282-283, we find:

    Waldorf Triangles or Golden Rod Cake.

    One-fourth cup of butter, one cup of confectioner’s sugar, one-half cup of milk, two cups of flour, one level teaspoon of baking powder, two eggs, the grated rind and juice of one orange. Bake in orange quarter baking pans. Put a small quantity in each section and spread evenly. Spread orange icing over each triangle, made by mixing confectioner’s sugar with enough orange
    juice to spread evenly.

    Well, there’s the orange icing. No pistachios this time. And the title calls these either Waldorf Triangles ou Golden Rod Cake, implying that they are alternate names for the same thing.

    And then I found this photograph in the 1906 Table Talk Illustrated Cook Book:

    The text reads: “Two new cake forms are on the market. Orange slices and Golden Rod pans. The former cakes are covered after baking with orange flavored icing. The Golden Rod cakes are iced in white and decorated with fancy candies and citron.” Here the Golden Rod cakes aren’t the orange ones, but they don’t have pistachios, either. No reference is made to Waldorf Triangles.

    (I could go on. There are the German-American versions from Praktischer Ratgeber für Conditoren, Cakebäcker und Brotbäcker und Candy-Macher/Practical Manual for Confectioners, Pastrycooks and Bakers and Candy Makers, 1912, that parallel the 1890s versions I found in my previous post, and one of which specifically calls for “three-cornered, long pans” [“long” is left out of the English translation on that page, but it’s there in the German].)

    My thought, after all of this, is that Golden Rod/Goldenrod Cakes are probably the basic triangular cakes, usually iced with orange icing (and perhaps frequently conflated with the Orange Slice cakes which had a slightly different pan, but could also be made in the Golden Rod pan), and that Waldorf Triangles were a variation (presumably originating at the Waldorf Hotel?) that had pistachios and were not orange. This is really only speculation, subject to change as I find more information. I look forward to finding more versions of these recipes and researching this further, and to possibly trying the recipe one of these days.

    I’m also looking forward to finding one of the darn pans! No luck so far.


    ROASTED CHESTNUT STUFFING

    Ingredientes
    • 1½ pounds local chestnuts
    • 1/2 cup (1 stick) butter
    • 2 onions, peeled and chopped
    • 5 celery stalks, chopped
    • 1 yellow or orange or red bell pepper, chopped
    • 8 cups cubed and toasted day-old bread
    • 3 tablespoons minced fresh parsley
    • 3 tablespoons minced fresh sage
    • 2 tablespoons minced fresh thyme
    • 1 tablespoon minced fresh rosemary
    • 1 teaspoon kosher salt
    • 1/2 teaspoon freshly ground black pepper
    • 1½ cups Chicken Stock or Vegetable Stock

    instruções
    1.
    Roast the chestnuts: Carve an X into each chestnut using a sharp paring knife. Soak the chestnuts for 30 minutes in a bowl of water. Pré-aqueça o forno a 350 ° F. Drain the chestnuts and place them on a baking sheet. Bake the chestnuts for 25 to 30 minutes, remove them from the oven, and immediately peel them, using gloves if necessary. If chestnuts are not peeled while they are still hot, you will have a very hard time peeling them. When they are peeled, chop the nutmeats roughly. Você deve ter cerca de 2 xícaras.

    2. Reduce the oven to 325°F. Melt the butter in a large skillet over low to medium heat. Add the onions, celery, and bell pepper, and saute until the onions are translucent, about 4 minutes. Add the bread, parsley, sage, thyme, rosemary, salt, and pepper, and toss to blend. Add the chestnuts and the broth, tossing until the bread cubes are moist. Remove the skillet from the heat.

    3. Transfer the stuffing to a 3-quart buttered casserole dish. Cover with aluminum foil and bake for 1 hour. Sirva imediatamente.


    Can you cook stuffing inside the turkey?

    Vocês posso, but we suggest you skip it! No one can guarantee that the stuffing will get hot enough to kill off all the bacteria before the bird is done cooking. So make a turkey stuffing casserole, or dressing, instead. The result is the same, but it's easier to manage. Use a deep dish so the stuffing mixture stays moist, and keep it covered. Or, if you want super crispy stuffing, spread the mix out onto a baking sheet for maximum heat exposure (read: ultimate crispiness). Se you choose to stuff your turkey, take the bird out of the oven when the meat is done, then scoop out the stuffing and finish baking it in a dish until it hits 165°F.


    This is not your grandma's stuffing recipe.

    A Thanksgiving meal isn't complete without stuffing.

    Ambush in northern Ivory Coast kills three soldiers

    Three Ivorian soldiers were killed on patrol near the border with Burkina Faso on Saturday when one of their vehicles hit an improvised explosive and the convoy was ambushed, Ivory Coast's defence ministry said in a statement. Armed groups linked to al Qaeda and Islamic State are active in Ivory Coast's northern neighbours, Mali and Burkina Faso, and have made incursions south. Ivory Coast and France on Thursday inaugurated a new counter-terrorism academy in the commercial capital Abidjan, intended to boost regional capacity to combat the growing Islamist threat.

    Britain calls EU view of N Ireland offensive in Brexit spat

    Britain accused European Union leaders on Sunday of holding the “offensive” view that Northern Ireland is not fully part of the United Kingdom, as Brexit cast a shadow over the Group of Seven summit. Britain and the EU are in a spat over post-Brexit trade arrangements that could see British sausages banned from entering Northern Ireland, the only part of the U.K. that borders the 27-nation bloc. The dispute is raising political tensions in Northern Ireland, where some people identify as British and some as Irish.

    Why don't you like this ad?

    De AnúnciosPlace A Bag On Your Car Mirror When Traveling

    Brilliant Car Cleaning Hacks que os revendedores locais gostariam que você não soubesse

    E-scooter rider charged with drink driving and not having insurance amid major crackdown

    Taylor Daly, 21 was arrested in Kent after police were called to an incident in Margate and spotted him riding an e-scooter in a public area.

    Could Crypto Be Coming to Your 401(k)?

    It's hard to look at the news these days without reading something about cryptocurrency. Many investors are putting money into cryptocurrency in an effort to join the ranks of those who have gotten rich by trading in digital coins. Will 401(k)s start to include cryptocurrency?

    Euro 2020: Eyes on Marko Arnautovic as Austria expect goal-scoring returns against North Macedonia

    The Austrians will open play at Euro 2020 in Group C against North Macedonia on Sunday in Bucharest. The two teams met twice in qualifying for the tournament, with Austria winning 4-1 and 2-1.

    MasterChef Australia elimination recap: fan favourite makes a shock decision

    MasterChef Australia elimination recap: fan favourite makes a shock decision. A duel to the finish ends in a reminder: some things are more important than nailing the brief

    Raleigh native ‘didn’t see this coming,’ leads PGA event in SC as final round begins

    His last, and only, PGA Tour tournament win was seven years ago in Puerto Rico.

    3 Reasons Roku Will Keep Growing Faster in 2021

    Roku's (NASDAQ: ROKU) active accounts and streaming hours exploded in 2020 amid the coronavirus pandemic, and its outlook for 2021 is still strong. In Roku's first-quarter letter to shareholders, management wrote, "we expect net adds of both active accounts and streaming hours to be above pre-COVID-19 levels." Several high-profile streaming services entered the market in late 2019 and 2020.

    Robert Page insists Kieffer Moore needed protecting after gruelling season

    The former lifeguard came to the Dragons’ rescue with his sixth international goal in 18 games.

    Tennis-Czech Krejcikova adds women's doubles to singles title at Roland Garros

    Czech Barbora Krejcikova completed a singles-doubles title sweep at the French Open on Sunday when she lifted the women's doubles trophy with compatriot Katerina Siniakova, beating Iga Swiatek and Bethanie Mattek-Sands 6-4 6-2. Krejcikova became the first player to win both the women's singles and doubles title in Paris since Frenchwoman Mary Pierce completed the feat in 2000. The 25-year-old Krejcikova, who will climb to 15th in singles following her maiden Grand Slam singles title on Saturday, will return as the world number one doubles player when the rankings are updated on Monday.

    Gas explosion in central China kills at least 12

    BEIJING (AP) — At least 12 people were killed and 39 seriously injured Sunday after a gas line explosion tore through a residential neighborhood in central China. Responders to the early morning blast in the city of Shiyan in Hubei province sent more than 150 people to the hospital, according to officials quoted by state media. The cause of the explosion remains under investigation. Stall keepers and customers buying breakfast and fresh vegetables at a food market were the majority of victims wh

    Swiss voters look set to reject law to help cut carbon emissions

    Swiss voters look set to reject a new law which would help the country meet its goals under the Paris Agreement on Climate Change, according to early indications by national broadcaster SRF on Sunday. Projections showed 51% of voters had voted against the new CO2 law in a nationwide referendum conducted under the country's system of direct democracy. The new law would have seen measures such as increasing a surcharge on car fuel and imposing a levy on flight tickets as Switzerland seeks to cut its reduce carbon emissions to half of 1990 levels by 2030.


    Diners, Drive-Ins and Dives

    Explore the locations visited by Guy Fieri on Diners, Drive-Ins and Dives.

    Fresh from Flavortown

    Behind the Scenes 8 Videos

    Hear from Guy about what it's like to tape the series.

    Guy-isms Glossary 8 Videos

    Guy can say "delicious" 63 ways when tasting on DDD.

    Top 15 Burgers 17 Photos

    This Guido burger is among the best Guy ever tasted.

    Sampling Cancun 12 Photos

    Explore the one-of-a-kind eateries Guy visited.

    How to Make the Best Burgers from DDD 16 Photos

    If you can't take a road trip to taste the amazing burgers Guy finds in his travels, make them at home!

    The Best Wings 13 Photos

    Plan a road trip around the best wings from DDD.

    Guy Fieri Family Food

    In his latest cookbook, Guy offers family-friendly fare for every day of the week, and he shows you how to make your meal planning fun and easy.

    Episódios

    Intercontinental Flavorfest

    This trip, Guy Fieri's hittin' up world flavors tucked away in the USA. In Los Angeles, the Korean-Mexican mashup serving up short rib tacos and spicy pork chimichangas. Nearby in L.A.'s Chinatown, the New Orleans-inspired joint cooking up Big Easy po' boys and legit crawfish mac and cheese, where he's joined by HGTV and DIY host Alison Victoria. And in Charlotte, N.C., the Serbian pizza place dishing out European-style calzones and a stuffed cabbage specialty.

    Fresh And Funky

    Guy rolls in for food done fresh and a little different. In San Francisco, one of Guy Fieri's favorite ocean-side spots serving up fresh Dungeness crab. In Reno, Nev., the neighborhood cafe doing scratch made granola. And in Charlotte, N.C., whole turkeys . not roasted, but boiled.

    Takeout: Real Deal Delivery

    Guy Fieri combines a love of great restaurant food and cooking at home by making recipes sent by DDD alums who join Guy and Hunter via video chat. On this menu, there's real deal barbecue from Los Angeles, wild Thai dishes out of Phoenix, a monster lasagna from Minneapolis and old-school steak hoagies straight out of Hollywood, Fla.

    Meat Sampler

    Guy Fieri's digging into all kinds of different meats on this trip. In Ottawa, Canada, a carnivore haven stackin' sandwiches with dynamite duck and a pork trifecta. In Richmond, Va., a taco joint loading up out-of-bounds oxtail, and a Burlington, Vt., cider house adding their specialty drinks to their kitchen creations, like fiery apple wings and a lamb French dip.

    Far East Flavorfest

    Guy Fieri cruises the States to check out some Far-East flavors. In Seattle, a funky chicken spot puts an Asian spin on poultry. A family-run gem dishes out righteous Thai specialties on the big island of Hawaii. And in Chicago, a modern Korean joint spices up wings and puts a unique twist on poutine.

    Goin' International

    This trip, Guy Fieri's grabbin' gangster global grub. In Houston, a Jamaican joint knocking it out of the park with their oxtail and curry goat. Plus, a Lebanese stop serving up mom's specialties like kibbie balls and kabobs. And in Cancun, Mexico, a 24-hour hot spot crankin' out the bomb burritos.

    Intercontinental Flavorfest

    This trip, Guy Fieri's hittin' up world flavors tucked away in the USA. In Los Angeles, the Korean-Mexican mashup serving up short rib tacos and spicy pork chimichangas. Nearby in L.A.'s Chinatown, the New Orleans-inspired joint cooking up Big Easy po' boys and legit crawfish mac and cheese, where he's joined by HGTV and DIY host Alison Victoria. And in Charlotte, N.C., the Serbian pizza place dishing out European-style calzones and a stuffed cabbage specialty.

    Fresh And Funky

    Guy rolls in for food done fresh and a little different. In San Francisco, one of Guy Fieri's favorite ocean-side spots serving up fresh Dungeness crab. In Reno, Nev., the neighborhood cafe doing scratch made granola. And in Charlotte, N.C., whole turkeys . not roasted, but boiled.

    Regional Recipes

    On this trip, Guy Fieri's diving into dishes with righteous regional flavor. In San Antonio, an East Coast-Texas deli mashup pilin' up smoked meat sensations, an inspiring Creole spot serving legit gumbo and fried pork chops, and in Santa Rosa, Calif., a real-deal Mexican spot dishin' out Michoacan specialties, like the blazing hot molcajete.

    Lights-Out Latin

    This trip, Guy Fieri's diving into all kinds of amazing Latin specialties. In Miami, Fla., a husband-and-wife team dishing out primo Peruvian sandwiches. In Wilmington, N.C., a funky joint cooking up the flavors of Panama. And in Tucson, Ariz., a funky fresh spin on tacos and carne asada.

    Takeout: Goin' Big and Bringin' Home

    The Fieri family loves both cooking at home and great restaurant food, so they're combining the best of both worlds with some Triple D-style takeout -- cooking up recipes sent by DDD alums who join Guy and Hunter via video chat. On this menu, there's New Zealand red deer comin' from Texas, a stromboli from Jackson, Wyoming, seafood stew from a classic Georgia diner and sinful cinnamon rolls out of Colorado.

    Family Legacies

    This trip, Guy Fieri's visiting spots keepin' up with their family ties. In Pleasantville, N.J., a wife carries on her husband's legacy with his down-home chicken and waffles and righteous ribs. In Baltimore, an inherited breakfast-lunch joint still servin' their noteworthy coconut cream French toast and crab cake po' boys. And in Colorado Springs, southern family recipes mark a barbecue spot piling up a "sloppy pig" sandwich and scratch-made meatloaf.

    Turkey, Taters and Dogs

    This trip, Guy Fieri's digging into a righteous mashup of flavors. In Orlando, Fla., a potato-centric palace dishing out hearty Brazilian specialties. Then, Joey Fatone is riding shotgun to his very own hot dog hangout. And in Palm Springs, Calif., a dynamite deli serving up real-deal latkes and turkey pastrami.

    Cruisin' in Cuba

    This trip, Guy Fieri's on an international journey cruising the food scene in Cuba. First, an homage to Cuba's most famous chef, cookin' up his trademark coffee lobster and a regional pork plate. Then, a Soviet spot serving authentic Russian ravioli and rich chicken Kiev. Then, an outdoor "paladar" grilling up righteous ribs and lamb-stuffed plantains.

    Delicious Discoveries

    This trip, Guy Fieri uncovers some surprising culinary discoveries. In Columbus, Ohio, a hidden gem tucked away in a grocery store serves out-of-bounds Nepalese-Tibetan specialties. In Dallas, a Mexican spot serves standout seafood tacos and unique mole fries. Plus, another Dallas joint cooks up lights-out dishes straight from Afghanistan.

    Sausage, Shawarma and Scaloppini

    This trip, Guy Fieri's grabbing all kinds of grub, starting at a funky little Italian joint in Wilmington, Del., serving outrageous arancini and veal scaloppini. In San Diego, a Middle Eastern street food spot slaying with shawarma and first-rate falafel. And in Vancouver, British Columbia, a not-your-typical pizza place toppin' things off with lamb sausage and pig cheeks.

    Takeout: Culinary All-Stars

    Guy Fieri's family loves cooking at home and great restaurant food, so they're combining the best of both worlds by firing up takeout with a twist. Guy calls in the heavy hitters with five all-star chefs who send ingredients for their most off-the-hook recipes then join Guy and his son, Hunter, via video chat to guide them through cooking up all that flavor. On this menu, there's tandoori chicken poutine from Maneet Chauhan, Christian Petroni's famous polenta flavor bomb, arancini and empanadas from Antonia Lofaso, fried chicken and waffles with a spin from Marcus Samuelsson and Michael Voltaggio's crab-cake crepes and caviar.

    Triple D Nation: From the Sea

    Guy Fieri heads back to see what the Triple D Nation is cookin' up from under the sea. For starters, an oyster shuckin' shack is putting a new spin on an old favorite in the Big Easy. Plus, a family ran eatery has real-deal Italian from the pages of their grandmother's cookbook in Geyserville, California. Finally, you won't find any chips and salsa at this joint in Phoenix where Guy's sister-from-another-mister is whipping up legit Mexican straight from south of the border.

    Takeout: Comin' from All Over the Map

    Guy and Hunter Fieri love cooking at home and great restaurant food, so they combine the two by cooking up recipes sent by Triple-D alums who join them via video chat. On this menu, there's gangster gorditas comin' from Phoenix, Korean chicken wings out of Denver and a steak specialty from a classic Jewish deli in Houston, Texas. Plus, pizza and meatballs sent by an old-school spot in Knoxville, Tenn.

    Far-Flung Flavor

    Guy Fieri's heading out to grab flavor from far and wide. In Santa Fe, N.M., a Southwest-Middle Eastern quick stop slingin' the shawarma and salmon souvlaki. In Kansas City, Mo., a funky joint serving up outrageous Scandinavian specialties, and in El Paso, Texas, a family-run tortilla factory turning out top-notch tamales and tostadas.

    Northern Southern

    Guy Fieri is grabbing Southern flavor without ever hittin' the South. In Cambridge, Mass., a funky joint fryin' up Nashville hot chicken and cookin' up gangster gumbo. A smokin' spot in Sparks, Nev., firing up wagyu brisket and wing nachos, and finally, in Juneau, Alaska, an Asian-Southern fusion house puttin' out smoked-brisket pho and honey-bourbon ribs.

    Triple D Goes Hawaiian

    Guy checks out the hot spots in Hawaii. A third-generation, family-run joint doing plate-lunch Hawaiian style. A restaurant by the water, where the daily special really is the catch of the day. A hot dog place serving everything from Chicago dogs to homemade lobster dogs. And an authentic luau, where the centerpiece of the full Hawaiian spread is a whole roasted pig.

    East-West Flavorfest

    This trip, Guy Fieri's cruisin' from east to west for a taste of Asian and Americana. In Washington D.C., a funky underground joint serving knockout dumplings and the bomb ramen. In Ocean City, New Jersey, a pizza parlor firin' up cheeseburger and chicken vodka pies. And in Colorado Springs, a comfort food cafe going big with their Rocky Mountain roast beef and king-sized cinnamon rolls.

    Keepin' It Real

    This trip, Guy's gettin' into the heart of some long-standing traditions. In Miami, Fla., the Asian fusion spot delivering the bomb dot com Brussels sprouts and going all out ducky on the sous vide sammie. In Eureka, Calif., the soul food spot takin' a page out of grandma's cookbook with down home favorites like jerk fried chicken and shrimp and crawfish etouffee. And in midtown New York, the Italian pizza maker schooling Guy and Iron Chef Geoffrey Zakarian on the authentic Neapolitan technique behind standout pizzas like pistacchio e salsiccia and montanara starita.

    From Pork to Tofu

    This trip Guy's pulling in for real deal bar food and some Salvadoran classics. In Sacramento, Calif., a pub where the chef's doing a pork sausage pizza his way -- hold the cheese, hold the sauce. In Washington, DC, a Mexican-Salvadoran joint where the big seller is a Salvadoran papusa -- scratch made dough stuffed with shredded pork and cheese. And in Philadelphia, a neighborhood beer bar serving a vegan club sandwich with deep fried tofu and smoked coconut.


    Assista o vídeo: Michael Pilarczyk over mindset, bewustzijn en het ego. Kukuru #95


Comentários:

  1. Shunnar

    Não leve aos seios!

  2. Ross

    Alguém aqui conhece o rádio? Precisamos de um colega que fale brevemente sobre o transistor T2 (não está claro como verificar rv = rv1). Espero que haja radioamadores aqui. Se completamente fora do tópico, então me desculpe. Eu tenho que escrever, eu só não vejo uma saída. PS: se a ortografia não estiver correta então também me desculpem, eu só tenho 13 anos.



Escreve uma mensagem