ao.toflyintheworld.com
Novas receitas

Dirigindo-se de frente para o ganho de peso

Dirigindo-se de frente para o ganho de peso


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.


Um estudo recente mostra uma conexão entre dirigir e obesidade.

Direcionando para o ganho de peso

Não é nenhuma surpresa que o mundo em que vivemos hoje seja acelerado, onde a capacidade de fazer algo rapidamente é valorizada acima de muitos outros critérios, incluindo às vezes nossa saúde. Um estudo recente conduzido pela Universidade de Illinois, que revela uma correlação direta entre o tempo gasto no carro e as taxas de obesidade, prova que nossa necessidade literal de velocidade está prejudicando nossa saúde. Quanto mais tempo as pessoas passam em seus carros (medido em milhas dirigidas por um motorista licenciado), mais peso elas ganham.

Essas descobertas são um pouco chocante, uma vez que a falta de exercícios físicos é conhecida como uma das principais causas da obesidade e, ainda por razões desconhecidas, os casos utilizados no estudo não foram questionados sobre suas dietas, estilo de vida ou renda - todos fatores que pode contribuir para o ganho de peso. Portanto, embora os pesquisadores possam confirmar com 99,6 por cento de certeza que a correlação realmente existe, eles não podem explicar definitivamente o que a causa.

O Byte Diário é uma coluna regular dedicada a cobrir notícias e tendências gastronômicas interessantes em todo o país. Clique aqui para as colunas anteriores.


Dirigindo-se de frente para o ganho de peso - receitas

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 20h20

Ok, isso está relacionado à escalada porque eu dirigi para Wyoming neste verão e fiz muitas escaladas lá.

Eu possuo um Nissan Xterra 2005, avaliado para 15/21 mpg. Na cidade, ganho 15-17. Autoestrada, até 22, às vezes 23. Mas quando eu estava em minha viagem recente, notei que costumava pegar 24-26, mesmo quando dirigia fora da estrada (embora não quando usando 4x4).

Quando voltei para os estados do Leste, o mpg da rodovia voltou para aquela faixa de 22-23, embora os limites de velocidade sejam mais baixos lá.

Quando dirigi para Colorado e Utah em 2005 no mesmo carro, notei a mesma coisa. E quando eu alugo um SUV no Oeste, sempre obtenho um mpg muito melhor do que a classificação. Quando aluguei um Outback há alguns anos, estava ganhando 33-35 em um modelo classificado para 27.

Então, o que dá? Tem alguma coisa a ver com a altitude? Tem alguma coisa a ver com a octanagem? No Oriente, o valor mais baixo que você pode obter é 87, mas você pode encontrar 85 em quase qualquer lugar nos estados montanhosos.

Certamente não estou reclamando - economizei quase $ 150 da minha estimativa de combustível, embora eu dirigisse algumas centenas de quilômetros a mais do que planejava - mas estou curioso.

por Byran & raquo Fri 30 de julho de 2010 20:48

por MarkDidier & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:01

Tive uma experiência um tanto oposta no verão passado, dirigindo de Indiana para o Colorado. Minha milhagem de gás foi a melhor em Indiana e Illinois e continuou a cair enquanto eu cruzava o Missouri e estava em seu nível mais baixo no Kansas, e então o MPG pareceu melhorar enquanto estávamos no Colorado. No caminho para casa, vi os mesmos resultados - cerca de 22 MPG em Indiana / Illinois e 15 MPG no Kansas.

Os ventos eram terríveis no Kansas, o que explica parcialmente a queda lá - mas uma queda de 1/3 ainda parecia bastante severa apenas com o vento. Por um tempo, pensei que pudesse estar relacionado à octanagem, mas não posso confirmar.

Felizmente, vou tentar essa experiência novamente em algumas semanas. Avisarei você se notar alguma diferença este ano.

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:38

O gás em MO e KS pode ter tido muito etanol, e o etanol produz uma milhagem de gás pior do que o gás "puro". Um dia, em Iowa, caí no "Plus" anunciado com 89 octanas, mas mais barato do que 85. Foi só depois de abastecer que percebi que ele tinha alto teor de etanol. Tenho cerca de 18 mpg naquele tanque. Não cometi o mesmo erro novamente.

Quando dirigi pelo Kansas em 2005, consegui descer um pouco mais na direção oeste através do estado, mas atribuí isso ao declive mais ou menos constante em todo o estado. A quilometragem era muito melhor indo para o leste em todo o estado.

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010 21:41

Catamount escreveu: Meu palpite é que isso tem a ver com o tráfego parar e ir embora. Mesmo se você não estiver em um engarrafamento no leste, você está freqüentemente reduzindo a velocidade, aumentando a velocidade, etc. Ligando e desligando o gás constantemente. No oeste aberto, a velocidade do veículo provavelmente será muito mais consistente, em média. Pode ser facilmente responsável por algumas milhas por diferença de galão.

Eu também possuo um 2005 X-Terra. Bom veículo.

Bons pontos e vale a pena considerar. No entanto, isso é verdade até mesmo para dirigir sem paradas em rodovias interestaduais e abertas ao longo de algumas centenas de quilômetros. O melhor que já consegui no Leste em um tanque é 24. Foi fácil dirigir em um terreno quase plano na área de Tidewater.

por MoapaPk & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 22h29

Estradas planas oferecem melhor quilometragem do que estradas acidentadas, especialmente em carros de 4 cilindros. Se você tiver que subir 5.000 pés em 15 milhas, você não conseguirá a maior quilometragem, e ela não será compensada quando você descer de volta (em parte, se você tiver um híbrido). Se você ouvir a transmissão automática diminuindo muito para a 2ª em subidas, a quilometragem será prejudicada. Freqüentemente, o controle de cruzeiro agrava o problema.

Eu nunca consegui melhor do que 26 mpg em meu outback de 2003, que foi classificado para 28 rodovia. As classificações do antigo epa baseavam-se em uma velocidade média de "rodovia" inferior a 80 km / h. Acima de cerca de 55 mph, a eficiência do 4-cil diminui com a resistência do ar.

Legalmente, os velocímetros podem ter até 10% de desconto no lado da superestimação e 1% na subestimação, muitas vezes o odômetro apresenta o erro reverso. Já vi muitos odômetros superestimarem as milhas dirigidas em 10%. O carro de uma amiga ganhou muito combustível até ela colocar os pneus do tamanho correto (maiores).

por Robzilla & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 22:59

por Robzilla & raquo Sex, 30 de julho de 2010 23h08

O gás em MO e KS pode ter tido muito etanol nele, e o etanol produz uma milhagem de gás pior do que o gás "puro". Um dia, em Iowa, caí no "Plus" anunciado com 89 octanas, mas mais barato do que 85. Foi só depois de abastecer que percebi que ele tinha alto teor de etanol. Tenho cerca de 18 mpg naquele tanque. Não cometi o mesmo erro novamente.

Quando dirigi pelo Kansas em 2005, consegui descer um pouco mais na direção oeste através do estado, mas atribuí isso ao declive mais ou menos constante em todo o estado. A quilometragem era muito melhor indo para o leste em todo o estado.

Aqui no Missouri não temos etanol, a menos que seja anunciado como tal. (E85, etc.) Acho que o mesmo vale para KS, mas Iowa eu acho que combina. Uma coisa que pode estar fazendo uma pequena diferença são os níveis de umidade. O ar do meio-oeste pode conter muita água. Pode ser que o computador esteja realmente se inclinando para fora quando o ar fica mais rarefeito e você está experimentando uma diminuição na potência, mas não percebe qualquer diferença no desempenho além do uso reduzido de combustível. Os pneus estariam com uma pressão relativa mais alta em uma atmosfera mais rarefeita. Não sei, podem ser muitas coisas. Quando reparei no meu, foi durante dias com subidas e descidas íngremes, não considerei realmente o que poderia estar acontecendo em dias mais longos e planos, mas notei a diferença em termos de combustível.


Dirigindo-se de frente para o ganho de peso - receitas

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 20h20

Ok, isso está relacionado à escalada porque eu dirigi para Wyoming neste verão e fiz muitas escaladas lá.

Eu possuo um Nissan Xterra 2005, avaliado para 15/21 mpg. Na cidade, ganho 15-17. Autoestrada, até 22, às vezes 23. Mas quando eu estava em minha viagem recente, percebi que estava rotineiramente pegando 24-26, mesmo quando dirigia fora da estrada (embora não quando usando 4x4).

Quando voltei para os estados do Leste, o mpg da rodovia voltou para aquela faixa de 22-23, embora os limites de velocidade sejam mais baixos lá.

Quando dirigi para Colorado e Utah em 2005 no mesmo carro, notei a mesma coisa. E quando eu alugo um SUV no Oeste, sempre obtenho um mpg muito melhor do que a classificação. Quando aluguei um Outback há alguns anos, estava ganhando 33-35 em um modelo classificado para 27.

Então, o que dá? Tem alguma coisa a ver com a altitude? Tem alguma coisa a ver com a octanagem? No Oriente, o valor mais baixo que você pode obter é 87, mas você pode encontrar 85 em quase qualquer lugar nos estados montanhosos.

Certamente não estou reclamando - economizei quase $ 150 da minha estimativa de combustível, embora eu dirigisse algumas centenas de quilômetros a mais do que planejava - mas estou curioso.

por Byran & raquo Fri 30 de julho de 2010 20:48

por MarkDidier & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:01

Tive uma experiência um tanto oposta no verão passado, dirigindo de Indiana para o Colorado. Minha milhagem de gás foi a melhor em Indiana e Illinois e continuou a cair enquanto eu cruzava o Missouri e estava em seu nível mais baixo no Kansas, e então o MPG pareceu melhorar enquanto estávamos no Colorado. No caminho para casa, vi os mesmos resultados - cerca de 22 MPG em Indiana / Illinois e 15 MPG no Kansas.

Os ventos eram terríveis no Kansas, o que explica parcialmente a queda lá - mas uma queda de 1/3 ainda parecia bastante severa apenas com o vento. Por um tempo, pensei que pudesse estar relacionado à octanagem, mas não posso confirmar.

Felizmente, vou tentar essa experiência novamente em algumas semanas. Avisarei você se notar alguma diferença este ano.

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:38

O gás em MO e KS pode ter tido muito etanol nele, e o etanol produz uma milhagem de gás pior do que o gás "puro". Um dia, em Iowa, caí no "Plus" anunciado com 89 octanas, mas mais barato do que 85. Foi só depois de abastecer que percebi que ele tinha alto teor de etanol. Tenho cerca de 18 mpg naquele tanque. Não cometi o mesmo erro novamente.

Quando dirigi pelo Kansas em 2005, consegui descer um pouco mais na direção oeste através do estado, mas atribuí isso ao declive mais ou menos constante em todo o estado. A quilometragem era muito melhor indo para o leste em todo o estado.

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:41

Catamount escreveu: Meu palpite é que isso tem a ver com o tráfego parar e ir embora. Mesmo se você não estiver em um engarrafamento no leste, você está frequentemente reduzindo a velocidade, aumentando a velocidade, etc. Ligando e desligando o gás constantemente. No oeste aberto, a velocidade do veículo provavelmente será muito mais consistente, em média. Pode ser facilmente responsável por algumas milhas por diferença de galão.

Eu também possuo um 2005 X-Terra. Bom veículo.

Bons pontos e vale a pena considerar. No entanto, isso é verdade até mesmo para dirigir sem paradas em rodovias interestaduais e abertas ao longo de algumas centenas de quilômetros. O melhor que já consegui no Leste em um tanque é 24. Foi fácil dirigir em um terreno quase plano na área de Tidewater.

por MoapaPk & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 22h29

Estradas planas oferecem melhor quilometragem do que estradas acidentadas, especialmente em carros de 4 cilindros. Se você tiver que subir 5.000 pés em 15 milhas, você não conseguirá a maior quilometragem, e ela não será compensada quando você descer de volta (em parte, se você tiver um híbrido). Se você ouvir a transmissão automática diminuindo muito para a 2ª em subidas, a quilometragem será prejudicada. Freqüentemente, o controle de cruzeiro agrava o problema.

Eu nunca consegui melhor do que 26 mpg em meu outback de 2003, que foi classificado para 28 rodovia. As classificações antigas do epa baseavam-se em uma velocidade média de "rodovia" inferior a 80 km / h. Acima de cerca de 55 mph, a eficiência do 4-cil diminui com a resistência do ar.

Legalmente, os velocímetros podem ter até 10% de desconto no lado da superestimação e 1% na subestimação, muitas vezes o odômetro apresenta o erro reverso. Já vi muitos odômetros superestimarem as milhas dirigidas em 10%. O carro de uma amiga ganhou muito combustível até ela colocar os pneus do tamanho correto (maiores).

por Robzilla & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 22:59

por Robzilla & raquo Sex, 30 de julho de 2010 23h08

O gás em MO e KS pode ter tido muito etanol nele, e o etanol produz uma milhagem de gás pior do que o gás "puro". Um dia, em Iowa, caí no "Plus" anunciado com 89 octanas, mas mais barato do que 85. Foi só depois de abastecer que percebi que ele tinha alto teor de etanol. Tenho cerca de 18 mpg naquele tanque. Não cometi o mesmo erro novamente.

Quando dirigi pelo Kansas em 2005, consegui descer um pouco mais na direção oeste através do estado, mas atribuí isso ao aclive mais ou menos constante em todo o estado. A quilometragem era muito melhor indo para o leste em todo o estado.

Aqui no Missouri não temos etanol, a menos que seja anunciado como tal. (E85, etc.) Acho que o mesmo vale para KS, mas Iowa eu acho que combina. Uma coisa que pode estar fazendo uma pequena diferença são os níveis de umidade. O ar do meio-oeste pode conter muita água. Pode ser que o computador esteja realmente inclinando-se para fora quando o ar fica mais rarefeito e você está experimentando uma diminuição na potência, mas não percebe qualquer diferença no desempenho além do uso reduzido de combustível. Os pneus estariam com uma pressão relativa mais alta em uma atmosfera mais rarefeita. Não sei, podem ser muitas coisas. Quando reparei no meu, foi durante dias com subidas e descidas íngremes, não considerei realmente o que poderia estar acontecendo em dias mais longos e planos, mas notei a diferença em termos de combustível.


Dirigindo-se de frente para o ganho de peso - receitas

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 20h20

Ok, isso está relacionado à escalada porque eu dirigi para Wyoming neste verão e fiz muitas escaladas lá.

Eu possuo um Nissan Xterra 2005, avaliado para 15/21 mpg. Na cidade, ganho 15-17. Autoestrada, até 22, às vezes 23. Mas quando eu estava em minha viagem recente, notei que costumava pegar 24-26, mesmo quando dirigia fora da estrada (embora não quando usando 4x4).

Quando voltei para os estados do Leste, o mpg da rodovia voltou para aquela faixa de 22-23, embora os limites de velocidade sejam mais baixos lá.

Quando dirigi para Colorado e Utah em 2005 no mesmo carro, notei a mesma coisa. E quando eu alugo um SUV no Oeste, sempre obtenho um mpg muito melhor do que a classificação. Quando aluguei um Outback há alguns anos, estava ganhando 33-35 em um modelo classificado para 27.

Então, o que dá? Tem alguma coisa a ver com a altitude? Tem alguma coisa a ver com a octanagem? No Oriente, o valor mais baixo que você pode obter é 87, mas você pode encontrar 85 em quase qualquer lugar nos estados montanhosos.

Certamente não estou reclamando - economizei quase $ 150 da minha estimativa de combustível, embora eu dirigisse algumas centenas de quilômetros a mais do que planejava - mas estou curioso.

por Byran & raquo Fri 30 de julho de 2010 20:48

por MarkDidier & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:01

Tive uma experiência um tanto oposta no verão passado, dirigindo de Indiana para o Colorado. Minha milhagem de gás foi a melhor em Indiana e Illinois e continuou a cair enquanto eu cruzava o Missouri e estava em seu nível mais baixo no Kansas, e então o MPG pareceu melhorar enquanto estávamos no Colorado. No caminho para casa, vi os mesmos resultados - cerca de 22 MPG em Indiana / Illinois e 15 MPG no Kansas.

Os ventos eram terríveis no Kansas, o que explica parcialmente a queda lá - mas uma queda de 1/3 ainda parecia bastante severa apenas com o vento. Por um tempo, pensei que pudesse estar relacionado à octanagem, mas não posso confirmar.

Felizmente, vou tentar essa experiência novamente em algumas semanas. Avisarei você se notar alguma diferença este ano.

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:38

O gás em MO e KS pode ter tido muito etanol nele, e o etanol produz uma milhagem de gás pior do que o gás "puro". Um dia, em Iowa, caí no "Plus" anunciado com 89 octanas, mas mais barato do que 85. Foi só depois de abastecer que percebi que ele tinha alto teor de etanol. Tenho cerca de 18 mpg naquele tanque. Não cometi o mesmo erro novamente.

Quando dirigi pelo Kansas em 2005, consegui descer um pouco mais na direção oeste através do estado, mas atribuí isso ao aclive mais ou menos constante em todo o estado. A quilometragem era muito melhor indo para o leste em todo o estado.

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010 21:41

Catamount escreveu: Meu palpite é que isso tem a ver com o tráfego parar e ir embora. Mesmo se você não estiver em um engarrafamento no leste, você está freqüentemente reduzindo a velocidade, aumentando a velocidade, etc. Ligando e desligando o gás constantemente. No oeste aberto, a velocidade do veículo provavelmente será muito mais consistente, em média. Poderia facilmente contabilizar uma diferença de algumas milhas por galão.

Eu também possuo um 2005 X-Terra. Bom veículo.

Bons pontos e vale a pena considerar. No entanto, isso é verdade até mesmo para dirigir sem paradas em rodovias interestaduais e abertas ao longo de algumas centenas de quilômetros. O melhor que já consegui no Leste em um tanque é 24. Foi fácil dirigir em um terreno quase plano na área de Tidewater.

por MoapaPk & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 22h29

Estradas planas oferecem melhor quilometragem do que estradas acidentadas, especialmente em carros de 4 cilindros. Se você tiver que subir 5.000 pés em 15 milhas, você não conseguirá a maior quilometragem e ela não será compensada quando você descer de volta (em parte, se você tiver um híbrido). Se você ouvir a transmissão automática diminuindo muito para a 2ª em subidas, a quilometragem será prejudicada. Freqüentemente, o controle de cruzeiro agrava o problema.

Eu nunca consegui melhor do que 26 mpg em meu outback de 2003, que foi classificado para 28 rodovia. As classificações do antigo epa baseavam-se em uma velocidade média de "rodovia" inferior a 80 km / h. Acima de cerca de 55 mph, a eficiência do 4-cil diminui com a resistência do ar.

Legalmente, os velocímetros podem ter até 10% de desconto no lado da superestimação e 1% na subestimação, muitas vezes o odômetro apresenta o erro reverso. Já vi muitos odômetros superestimarem as milhas dirigidas em 10%. O carro de uma amiga ganhou muito combustível até ela colocar os pneus do tamanho correto (maiores).

por Robzilla & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 22:59

por Robzilla & raquo Sex, 30 de julho de 2010 23h08

O gás em MO e KS pode ter tido muito etanol nele, e o etanol produz uma milhagem de gás pior do que o gás "puro". Um dia, em Iowa, caí no "Plus" anunciado com 89 octanas, mas mais barato do que 85. Foi só depois de abastecer que percebi que ele tinha alto teor de etanol. Tenho cerca de 18 mpg naquele tanque. Não cometi o mesmo erro novamente.

Quando dirigi pelo Kansas em 2005, consegui descer um pouco mais na direção oeste através do estado, mas atribuí isso ao aclive mais ou menos constante em todo o estado. A quilometragem era muito melhor indo para o leste em todo o estado.

Aqui no Missouri não temos etanol, a menos que seja anunciado como tal. (E85, etc.) Acho que o mesmo vale para KS, mas Iowa eu acho que combina. Uma coisa que pode estar fazendo uma pequena diferença são os níveis de umidade. O ar do meio-oeste pode conter muita água. Pode ser que o computador esteja realmente se inclinando para fora quando o ar fica mais rarefeito e você está experimentando uma diminuição na potência, mas não percebe qualquer diferença no desempenho além do uso reduzido de combustível. Os pneus estariam com uma pressão relativa mais alta em uma atmosfera mais rarefeita. Não sei, podem ser muitas coisas. Quando reparei no meu, foi durante dias com subidas e descidas íngremes, não considerei realmente o que poderia estar acontecendo em dias mais longos e planos, mas notei a diferença em termos de combustível.


Dirigindo-se de frente para o ganho de peso - receitas

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 20h20

Ok, isso está relacionado à escalada porque eu dirigi para Wyoming neste verão e fiz muitas escaladas lá.

Eu possuo um Nissan Xterra 2005, avaliado para 15/21 mpg. Na cidade, ganho 15-17. Autoestrada, até 22, às vezes 23. Mas quando eu estava em minha viagem recente, percebi que estava rotineiramente pegando 24-26, mesmo quando dirigia fora da estrada (embora não quando usando 4x4).

Quando voltei para os estados do Leste, o mpg da rodovia voltou para a faixa de 22-23, embora os limites de velocidade sejam mais baixos lá.

Quando dirigi para Colorado e Utah em 2005 no mesmo carro, notei a mesma coisa. E quando eu alugo um SUV no Oeste, sempre obtenho um mpg muito melhor do que a classificação. Quando aluguei um Outback há alguns anos, estava ganhando 33-35 em um modelo classificado para 27.

Então, o que dá? Tem alguma coisa a ver com a altitude? Tem alguma coisa a ver com a octanagem? No Oriente, o valor mais baixo que você pode obter é 87, mas você pode encontrar 85 em quase qualquer lugar nos estados montanhosos.

Certamente não estou reclamando - economizei quase $ 150 da minha estimativa de combustível, embora eu dirigisse algumas centenas de quilômetros a mais do que planejava - mas estou curioso.

por Byran & raquo Fri 30 de julho de 2010 20:48

por MarkDidier & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:01

Tive uma experiência um tanto oposta no verão passado, dirigindo de Indiana para o Colorado. Minha milhagem de gás foi a melhor em Indiana e Illinois e continuou a cair enquanto eu cruzava o Missouri e estava em seu nível mais baixo no Kansas, e então o MPG pareceu melhorar enquanto estávamos no Colorado. No caminho para casa, vi os mesmos resultados - cerca de 22 MPG em Indiana / Illinois e 15 MPG no Kansas.

Os ventos eram terríveis no Kansas, o que explica parcialmente a queda lá - mas uma queda de 1/3 ainda parecia bastante severa apenas com o vento. Por um tempo, pensei que pudesse estar relacionado à octanagem, mas não posso confirmar.

Felizmente, vou tentar essa experiência novamente em algumas semanas. Avisarei você se notar alguma diferença este ano.

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:38

O gás em MO e KS pode ter tido muito etanol nele, e o etanol produz uma milhagem de gás pior do que o gás "puro". Um dia, em Iowa, caí no "Plus" anunciado com 89 octanas, mas mais barato do que 85. Foi só depois de abastecer que percebi que ele tinha alto teor de etanol. Tenho cerca de 18 mpg naquele tanque. Não cometi o mesmo erro novamente.

Quando dirigi pelo Kansas em 2005, consegui descer um pouco mais na direção oeste através do estado, mas atribuí isso ao aclive mais ou menos constante em todo o estado. A quilometragem era muito melhor indo para o leste em todo o estado.

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010 21:41

Catamount escreveu: Meu palpite é que isso tem a ver com o tráfego parar e ir embora. Mesmo se você não estiver em um engarrafamento no leste, você está frequentemente reduzindo a velocidade, aumentando a velocidade, etc. Ligando e desligando o gás constantemente. No oeste aberto, a velocidade do veículo provavelmente será muito mais consistente, em média. Poderia facilmente contabilizar uma diferença de algumas milhas por galão.

Eu também possuo um 2005 X-Terra. Bom veículo.

Bons pontos e vale a pena considerar. No entanto, isso é verdade até mesmo para dirigir sem paradas em rodovias interestaduais e abertas ao longo de algumas centenas de quilômetros. O melhor que já consegui no Leste em um tanque é 24. Foi fácil dirigir em um terreno quase plano na área de Tidewater.

por MoapaPk & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 22h29

Estradas planas oferecem melhor quilometragem do que estradas acidentadas, especialmente em carros de 4 cilindros. Se você tiver que subir 5.000 pés em 15 milhas, você não conseguirá a maior quilometragem e ela não será compensada quando você descer de volta (em parte, se você tiver um híbrido). Se você ouvir a transmissão automática diminuindo muito para a 2ª em subidas, a quilometragem será prejudicada. Freqüentemente, o controle de cruzeiro agrava o problema.

Eu nunca consegui melhor do que 26 mpg em meu outback de 2003, que foi classificado para 28 rodovia. As classificações do antigo epa baseavam-se em uma velocidade média de "rodovia" inferior a 80 km / h. Acima de cerca de 55 mph, a eficiência do 4-cyl diminui com a resistência do ar.

Legalmente, os velocímetros podem ter até 10% de desconto no lado da superestimação e 1% na subestimação, muitas vezes o odômetro apresenta o erro reverso. Já vi muitos odômetros superestimarem as milhas dirigidas em 10%. O carro de uma amiga ganhou muito combustível até ela colocar os pneus do tamanho correto (maiores).

por Robzilla & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 22:59

por Robzilla & raquo Sex, 30 de julho de 2010 23h08

O gás em MO e KS pode ter tido muito etanol nele, e o etanol produz uma milhagem de gás pior do que o gás "puro". Um dia, em Iowa, caí no "Plus" anunciado com 89 octanas, mas mais barato do que 85. Foi só depois de abastecer que percebi que ele tinha alto teor de etanol. Tenho cerca de 18 mpg naquele tanque. Não cometi o mesmo erro novamente.

Quando dirigi pelo Kansas em 2005, consegui descer um pouco mais na direção oeste através do estado, mas atribuí isso ao declive mais ou menos constante em todo o estado. A quilometragem era muito melhor indo para o leste em todo o estado.

Aqui no Missouri não temos etanol, a menos que seja anunciado como tal. (E85, etc.) Acho que o mesmo vale para KS, mas Iowa eu acho que combina. Uma coisa que pode estar fazendo uma pequena diferença são os níveis de umidade. O ar do meio-oeste pode conter muita água. Pode ser que o computador esteja realmente inclinando-se para fora quando o ar fica mais rarefeito e você está experimentando uma diminuição na potência, mas não percebe qualquer diferença no desempenho além do uso reduzido de combustível. Os pneus estariam com uma pressão relativa mais alta em uma atmosfera mais rarefeita. Não sei, podem ser muitas coisas. Quando reparei no meu, foi durante dias com subidas e descidas íngremes, não considerei realmente o que poderia estar acontecendo em dias mais longos e planos, mas notei a diferença em termos de combustível.


Dirigindo-se de frente para o ganho de peso - receitas

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 20h20

Ok, isso está relacionado à escalada porque eu dirigi para Wyoming neste verão e fiz muitas escaladas lá.

Eu possuo um Nissan Xterra 2005, avaliado para 15/21 mpg. Na cidade, ganho 15-17. Autoestrada, até 22, às vezes 23. Mas quando eu estava em minha viagem recente, notei que costumava pegar 24-26, mesmo quando dirigia fora da estrada (embora não quando usando 4x4).

Quando voltei para os estados do Leste, o mpg da rodovia voltou para aquela faixa de 22-23, embora os limites de velocidade sejam mais baixos lá.

Quando dirigi para Colorado e Utah em 2005 no mesmo carro, notei a mesma coisa. E quando eu alugo um SUV no Oeste, sempre obtenho um mpg muito melhor do que a classificação. Quando aluguei um Outback há alguns anos, estava ganhando 33-35 em um modelo classificado para 27.

Então, o que dá? Tem alguma coisa a ver com a altitude? Tem alguma coisa a ver com a octanagem? No Oriente, o valor mais baixo que você pode obter é 87, mas você pode encontrar 85 em quase qualquer lugar nos estados montanhosos.

Certamente não estou reclamando - economizei quase $ 150 da minha estimativa de combustível, embora eu dirigisse algumas centenas de quilômetros a mais do que planejava - mas estou curioso.

por Byran & raquo Fri 30 de julho de 2010 20:48

por MarkDidier & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:01

Tive uma experiência um tanto oposta no verão passado, dirigindo de Indiana para o Colorado. Minha milhagem de gás foi a melhor em Indiana e Illinois e continuou a cair enquanto eu cruzava o Missouri e estava em seu nível mais baixo no Kansas, e então o MPG pareceu melhorar enquanto estávamos no Colorado. No caminho para casa, vi os mesmos resultados - cerca de 22 MPG em Indiana / Illinois e 15 MPG no Kansas.

Os ventos eram terríveis no Kansas, o que explica parcialmente a queda lá - mas uma queda de 1/3 ainda parecia bastante severa apenas com o vento. Por um tempo, pensei que pudesse estar relacionado à octanagem, mas não posso confirmar.

Felizmente, vou tentar essa experiência novamente em algumas semanas. Avisarei você se notar alguma diferença este ano.

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 21:38

O gás em MO e KS pode ter tido muito etanol nele, e o etanol produz uma milhagem de gás pior do que o gás "puro". Um dia, em Iowa, caí no "Plus" anunciado com 89 octanas, mas mais barato do que 85. Foi só depois de abastecer que percebi que ele tinha alto teor de etanol. Tenho cerca de 18 mpg naquele tanque. Não cometi o mesmo erro novamente.

Quando dirigi pelo Kansas em 2005, consegui descer um pouco mais na direção oeste através do estado, mas atribuí isso ao declive mais ou menos constante em todo o estado. A quilometragem era muito melhor indo para o leste em todo o estado.

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010 21:41

Catamount escreveu: Meu palpite é que isso tem a ver com o tráfego parar e ir embora. Mesmo se você não estiver em um engarrafamento no leste, você está freqüentemente reduzindo a velocidade, aumentando a velocidade, etc. Ligando e desligando o gás constantemente. No oeste aberto, a velocidade do veículo provavelmente será muito mais consistente, em média. Poderia facilmente contabilizar uma diferença de algumas milhas por galão.

Eu também possuo um 2005 X-Terra. Bom veículo.

Bons pontos e vale a pena considerar. No entanto, isso é verdade até mesmo para dirigir sem paradas em rodovias interestaduais e abertas ao longo de algumas centenas de quilômetros. O melhor que já consegui no Leste em um tanque é 24. Foi fácil dirigir em um terreno quase plano na área de Tidewater.

por MoapaPk & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 22h29

Estradas planas oferecem melhor quilometragem do que estradas acidentadas, especialmente em carros de 4 cilindros. Se você tiver que subir 5.000 pés em 15 milhas, você não conseguirá a maior quilometragem e ela não será compensada quando você descer de volta (em parte, se você tiver um híbrido). Se você ouvir a transmissão automática diminuindo muito para a 2ª em subidas, a quilometragem será prejudicada. Freqüentemente, o controle de cruzeiro agrava o problema.

Eu nunca consegui melhor do que 26 mpg em meu outback de 2003, que foi classificado para 28 rodovia. As classificações do antigo epa baseavam-se em uma velocidade média de "rodovia" inferior a 80 km / h. Acima de cerca de 55 mph, a eficiência do 4-cyl diminui com a resistência do ar.

Legalmente, os velocímetros podem ter até 10% de desconto no lado da superestimação e 1% na subestimação, muitas vezes o odômetro apresenta o erro reverso. Já vi muitos odômetros superestimarem as milhas dirigidas em 10%. O carro de uma amiga ganhou muito combustível até ela colocar os pneus do tamanho correto (maiores).

por Robzilla & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 22:59

por Robzilla & raquo Sex, 30 de julho de 2010 23h08

O gás em MO e KS pode ter tido muito etanol nele, e o etanol produz uma milhagem de gás pior do que o gás "puro". Um dia, em Iowa, caí no "Plus" anunciado com 89 octanas, mas mais barato do que 85. Foi só depois de abastecer que percebi que ele tinha alto teor de etanol. Tenho cerca de 18 mpg naquele tanque. Não cometi o mesmo erro novamente.

Quando dirigi pelo Kansas em 2005, consegui descer um pouco mais na direção oeste do estado, mas atribuí isso ao aclive mais ou menos constante em todo o estado. A quilometragem era muito melhor indo para o leste em todo o estado.

Aqui no Missouri não temos etanol, a menos que seja anunciado como tal. (E85, etc.) Acho que o mesmo vale para KS, mas Iowa eu acho que combina. Uma coisa que pode estar fazendo uma pequena diferença são os níveis de umidade. O ar do meio-oeste pode conter muita água. Pode ser que o computador esteja realmente inclinando-se para fora quando o ar fica mais rarefeito e você está experimentando uma diminuição na potência, mas não percebe qualquer diferença no desempenho além do uso reduzido de combustível. Os pneus estariam com uma pressão relativa mais alta em uma atmosfera mais rarefeita. Não sei, podem ser muitas coisas. Quando reparei no meu, foi durante dias com subidas e descidas íngremes, não considerei realmente o que poderia estar acontecendo em dias mais longos e planos, mas notei a diferença em termos de combustível.


Dirigindo-se de frente para o ganho de peso - receitas

por Bob Sihler & raquo Sex, 30 de julho de 2010, 20h20

Ok, isso está relacionado à escalada porque eu dirigi para Wyoming neste verão e fiz muitas escaladas lá.

Eu possuo um Nissan Xterra 2005, avaliado para 15/21 mpg. Na cidade, ganho 15-17. Rodovia, até 22, às vezes 23. Mas quando eu estava em minha viagem recente, percebi que estava rotineiramente pegando 24-26, mesmo quando dirigia fora da estrada (embora não quando usando 4x4).

Quando voltei para os estados do Leste, o mpg da rodovia voltou para aquela faixa de 22-23, embora os limites de velocidade sejam mais baixos lá.

Quando dirigi para o Colorado e Utah em 2005 no mesmo carro, notei a mesma coisa. E quando eu alugo um SUV no Oeste, sempre obtenho um mpg muito melhor do que a classificação. Quando aluguei um Outback há alguns anos, estava ganhando 33-35 em um modelo classificado para 27.

Então, o que dá? Tem a ver com a altitude? Tem alguma coisa a ver com a octanagem? No Leste, o valor mais baixo que você pode obter é 87, mas pode encontrar 85 em quase qualquer lugar nos estados montanhosos.

I'm certainly not complaining-- I saved almost $150 from my fuel estimate even though I drove a few hundred more miles than I planned to-- but I am curious.

por Byran » Fri Jul 30, 2010 8:48 pm

por MarkDidier » Fri Jul 30, 2010 9:01 pm

I had a somewhat opposite experience last summer driving from Indiana to Colorado. My gas mileage was the best in Indiana and Illinois and continued to drop as I headed across Missouri and was at its lowest in Kansas and then MPG seemed to improve while we were in Colorado. On the drive home I saw the same results - about 22 MPG in Indiana/Illinois and 15 MPG in Kansas.

The winds were terrible in Kansas which partially explains the drop there - but a 1/3rd drop still seemed rather severe just from wind. For a while I thought it might be related to octane but I can't confirm.

Fortuntaley I get to try this experiement again in a couple of weeks. I'll let you know if I see a difference this year.

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 9:38 pm

The gas in MO and KS may have had a lot of ethanol in it, and ethanol produces worse gas mileage than "pure" gas. In Iowa one day, I fell for the "Plus" advertised at 89 octane but cheaper than the 85. It was only after fueling up that I noticed it had high ethanol content. Got about 18 mpg on that tank. I didn't make the same mistake again.

When I drove through Kansas in 2005, I did get a little lower heading west across the state, but I attributed that to the more or less steady uphill grade across the state. Mileage was much better heading east across the state.

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 9:41 pm

Catamount wrote: My guess is that is has to do with stop and go traffic. Even if you're not in a traffic jam in the east, you are frequently slowing down, speeding up etc. On and off the gas constantly. In the wide open west, the speed of the vehicle is likely to be far more consistent on average. Could easily account for a couple of miles per gallon difference.

I also own a 2005 X-Terra. Good vehicle.

Good points and worth considering. However, this is even true for stop-free driving on interstates and open highways over a few hundred miles. The best I've ever gotten in the East on a tank is 24. It was easy driving over mostly flat terrain in the Tidewater area.

por MoapaPk » Fri Jul 30, 2010 10:29 pm

Flat roads give better mileage than hilly roads, especially in 4-cyl cars. If you have to climb 5000' in 15 miles, you won't get the greatest mileage, and it isn't made up when you go back down (partly, if you have a hybrid). If you can hear the automatic transmission downshifting to 2nd a lot on hills, mileage will suffer. Often cruise control exacerbates the problem.

I've never gotten better than 26 mpg in my 2003 outback, which was rated for 28 highway. The old epa ratings were based on a "highway" speed averaging less than 50 mph. Above about 55 mph, the efficiency of the 4-cyl goes down from air drag.

Legally, speedometers can be up to 10% off on the overestimation side, and 1% off on the underestimation often the odometer has the reverse error. I've seen many odometers overestimate miles driven by 10%. A friend's car got great gas mileage until she put on the correct size (larger) tires.

por robzilla » Fri Jul 30, 2010 10:59 pm

por robzilla » Fri Jul 30, 2010 11:08 pm

The gas in MO and KS may have had a lot of ethanol in it, and ethanol produces worse gas mileage than "pure" gas. In Iowa one day, I fell for the "Plus" advertised at 89 octane but cheaper than the 85. It was only after fueling up that I noticed it had high ethanol content. Got about 18 mpg on that tank. I didn't make the same mistake again.

When I drove through Kansas in 2005, I did get a little lower heading west across the state, but I attributed that to the more or less steady uphill grade across the state. Mileage was much better heading east across the state.

Here in Missouri we don't have ethanol unless advertised as such. (E85, etc.) I think the same goes for KS, but Iowa I think does mix it in. One thing that might be making a slight difference is humidity levels. Midwest air can contain a lot of water. Could be the computer is just really leaning it out when the air gets thinner and you're experiencing a decrease in horsepower but just not noticing any difference in performance other than the reduced fuel use. The tires would be at a higher relative pressure in a thinner atmosphere. I don't know, could be a lot of things. When I've noticed mine it's been during days with steep ups and downs, haven't really considered what could be doing it on longer more flat days, but I have noticed the difference fuel wise.


Driving Head-On Into Weight Gain - Recipes

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 8:20 pm

Okay, this is related to climbing because I drove to Wyoming this summer and did a lot of climbing there.

I own a 2005 Nissan Xterra, rated for 15/21 mpg. In the city, I get 15-17. Highway, up to 22, sometimes 23. But when I was on my recent trip, I noticed that I was routinely getting 24-26, even when driving off-road (though not when using 4wd).

As I got back into the Eastern states, highway mpg went back to that 22-23 range even though the speed limits are lower there.

When I drove out to Colorado and Utah back in 2005 in the same car, I noticed the same thing. And when I rent an SUV in the West, I always get much better mpg than the rating. When I rented an Outback a few years ago, I was getting 33-35 in a model rated for 27.

Então, o que dá? Is it something to do with the altitude? Is it something to do with the octane? In the East, the lowest you can get is 87, but you can find 85 almost anywhere in the mountain states.

I'm certainly not complaining-- I saved almost $150 from my fuel estimate even though I drove a few hundred more miles than I planned to-- but I am curious.

por Byran » Fri Jul 30, 2010 8:48 pm

por MarkDidier » Fri Jul 30, 2010 9:01 pm

I had a somewhat opposite experience last summer driving from Indiana to Colorado. My gas mileage was the best in Indiana and Illinois and continued to drop as I headed across Missouri and was at its lowest in Kansas and then MPG seemed to improve while we were in Colorado. On the drive home I saw the same results - about 22 MPG in Indiana/Illinois and 15 MPG in Kansas.

The winds were terrible in Kansas which partially explains the drop there - but a 1/3rd drop still seemed rather severe just from wind. For a while I thought it might be related to octane but I can't confirm.

Fortuntaley I get to try this experiement again in a couple of weeks. I'll let you know if I see a difference this year.

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 9:38 pm

The gas in MO and KS may have had a lot of ethanol in it, and ethanol produces worse gas mileage than "pure" gas. In Iowa one day, I fell for the "Plus" advertised at 89 octane but cheaper than the 85. It was only after fueling up that I noticed it had high ethanol content. Got about 18 mpg on that tank. I didn't make the same mistake again.

When I drove through Kansas in 2005, I did get a little lower heading west across the state, but I attributed that to the more or less steady uphill grade across the state. Mileage was much better heading east across the state.

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 9:41 pm

Catamount wrote: My guess is that is has to do with stop and go traffic. Even if you're not in a traffic jam in the east, you are frequently slowing down, speeding up etc. On and off the gas constantly. In the wide open west, the speed of the vehicle is likely to be far more consistent on average. Could easily account for a couple of miles per gallon difference.

I also own a 2005 X-Terra. Good vehicle.

Good points and worth considering. However, this is even true for stop-free driving on interstates and open highways over a few hundred miles. The best I've ever gotten in the East on a tank is 24. It was easy driving over mostly flat terrain in the Tidewater area.

por MoapaPk » Fri Jul 30, 2010 10:29 pm

Flat roads give better mileage than hilly roads, especially in 4-cyl cars. If you have to climb 5000' in 15 miles, you won't get the greatest mileage, and it isn't made up when you go back down (partly, if you have a hybrid). If you can hear the automatic transmission downshifting to 2nd a lot on hills, mileage will suffer. Often cruise control exacerbates the problem.

I've never gotten better than 26 mpg in my 2003 outback, which was rated for 28 highway. The old epa ratings were based on a "highway" speed averaging less than 50 mph. Above about 55 mph, the efficiency of the 4-cyl goes down from air drag.

Legally, speedometers can be up to 10% off on the overestimation side, and 1% off on the underestimation often the odometer has the reverse error. I've seen many odometers overestimate miles driven by 10%. A friend's car got great gas mileage until she put on the correct size (larger) tires.

por robzilla » Fri Jul 30, 2010 10:59 pm

por robzilla » Fri Jul 30, 2010 11:08 pm

The gas in MO and KS may have had a lot of ethanol in it, and ethanol produces worse gas mileage than "pure" gas. In Iowa one day, I fell for the "Plus" advertised at 89 octane but cheaper than the 85. It was only after fueling up that I noticed it had high ethanol content. Got about 18 mpg on that tank. I didn't make the same mistake again.

When I drove through Kansas in 2005, I did get a little lower heading west across the state, but I attributed that to the more or less steady uphill grade across the state. Mileage was much better heading east across the state.

Here in Missouri we don't have ethanol unless advertised as such. (E85, etc.) I think the same goes for KS, but Iowa I think does mix it in. One thing that might be making a slight difference is humidity levels. Midwest air can contain a lot of water. Could be the computer is just really leaning it out when the air gets thinner and you're experiencing a decrease in horsepower but just not noticing any difference in performance other than the reduced fuel use. The tires would be at a higher relative pressure in a thinner atmosphere. I don't know, could be a lot of things. When I've noticed mine it's been during days with steep ups and downs, haven't really considered what could be doing it on longer more flat days, but I have noticed the difference fuel wise.


Driving Head-On Into Weight Gain - Recipes

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 8:20 pm

Okay, this is related to climbing because I drove to Wyoming this summer and did a lot of climbing there.

I own a 2005 Nissan Xterra, rated for 15/21 mpg. In the city, I get 15-17. Highway, up to 22, sometimes 23. But when I was on my recent trip, I noticed that I was routinely getting 24-26, even when driving off-road (though not when using 4wd).

As I got back into the Eastern states, highway mpg went back to that 22-23 range even though the speed limits are lower there.

When I drove out to Colorado and Utah back in 2005 in the same car, I noticed the same thing. And when I rent an SUV in the West, I always get much better mpg than the rating. When I rented an Outback a few years ago, I was getting 33-35 in a model rated for 27.

Então, o que dá? Is it something to do with the altitude? Is it something to do with the octane? In the East, the lowest you can get is 87, but you can find 85 almost anywhere in the mountain states.

I'm certainly not complaining-- I saved almost $150 from my fuel estimate even though I drove a few hundred more miles than I planned to-- but I am curious.

por Byran » Fri Jul 30, 2010 8:48 pm

por MarkDidier » Fri Jul 30, 2010 9:01 pm

I had a somewhat opposite experience last summer driving from Indiana to Colorado. My gas mileage was the best in Indiana and Illinois and continued to drop as I headed across Missouri and was at its lowest in Kansas and then MPG seemed to improve while we were in Colorado. On the drive home I saw the same results - about 22 MPG in Indiana/Illinois and 15 MPG in Kansas.

The winds were terrible in Kansas which partially explains the drop there - but a 1/3rd drop still seemed rather severe just from wind. For a while I thought it might be related to octane but I can't confirm.

Fortuntaley I get to try this experiement again in a couple of weeks. I'll let you know if I see a difference this year.

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 9:38 pm

The gas in MO and KS may have had a lot of ethanol in it, and ethanol produces worse gas mileage than "pure" gas. In Iowa one day, I fell for the "Plus" advertised at 89 octane but cheaper than the 85. It was only after fueling up that I noticed it had high ethanol content. Got about 18 mpg on that tank. I didn't make the same mistake again.

When I drove through Kansas in 2005, I did get a little lower heading west across the state, but I attributed that to the more or less steady uphill grade across the state. Mileage was much better heading east across the state.

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 9:41 pm

Catamount wrote: My guess is that is has to do with stop and go traffic. Even if you're not in a traffic jam in the east, you are frequently slowing down, speeding up etc. On and off the gas constantly. In the wide open west, the speed of the vehicle is likely to be far more consistent on average. Could easily account for a couple of miles per gallon difference.

I also own a 2005 X-Terra. Good vehicle.

Good points and worth considering. However, this is even true for stop-free driving on interstates and open highways over a few hundred miles. The best I've ever gotten in the East on a tank is 24. It was easy driving over mostly flat terrain in the Tidewater area.

por MoapaPk » Fri Jul 30, 2010 10:29 pm

Flat roads give better mileage than hilly roads, especially in 4-cyl cars. If you have to climb 5000' in 15 miles, you won't get the greatest mileage, and it isn't made up when you go back down (partly, if you have a hybrid). If you can hear the automatic transmission downshifting to 2nd a lot on hills, mileage will suffer. Often cruise control exacerbates the problem.

I've never gotten better than 26 mpg in my 2003 outback, which was rated for 28 highway. The old epa ratings were based on a "highway" speed averaging less than 50 mph. Above about 55 mph, the efficiency of the 4-cyl goes down from air drag.

Legally, speedometers can be up to 10% off on the overestimation side, and 1% off on the underestimation often the odometer has the reverse error. I've seen many odometers overestimate miles driven by 10%. A friend's car got great gas mileage until she put on the correct size (larger) tires.

por robzilla » Fri Jul 30, 2010 10:59 pm

por robzilla » Fri Jul 30, 2010 11:08 pm

The gas in MO and KS may have had a lot of ethanol in it, and ethanol produces worse gas mileage than "pure" gas. In Iowa one day, I fell for the "Plus" advertised at 89 octane but cheaper than the 85. It was only after fueling up that I noticed it had high ethanol content. Got about 18 mpg on that tank. I didn't make the same mistake again.

When I drove through Kansas in 2005, I did get a little lower heading west across the state, but I attributed that to the more or less steady uphill grade across the state. Mileage was much better heading east across the state.

Here in Missouri we don't have ethanol unless advertised as such. (E85, etc.) I think the same goes for KS, but Iowa I think does mix it in. One thing that might be making a slight difference is humidity levels. Midwest air can contain a lot of water. Could be the computer is just really leaning it out when the air gets thinner and you're experiencing a decrease in horsepower but just not noticing any difference in performance other than the reduced fuel use. The tires would be at a higher relative pressure in a thinner atmosphere. I don't know, could be a lot of things. When I've noticed mine it's been during days with steep ups and downs, haven't really considered what could be doing it on longer more flat days, but I have noticed the difference fuel wise.


Driving Head-On Into Weight Gain - Recipes

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 8:20 pm

Okay, this is related to climbing because I drove to Wyoming this summer and did a lot of climbing there.

I own a 2005 Nissan Xterra, rated for 15/21 mpg. In the city, I get 15-17. Highway, up to 22, sometimes 23. But when I was on my recent trip, I noticed that I was routinely getting 24-26, even when driving off-road (though not when using 4wd).

As I got back into the Eastern states, highway mpg went back to that 22-23 range even though the speed limits are lower there.

When I drove out to Colorado and Utah back in 2005 in the same car, I noticed the same thing. And when I rent an SUV in the West, I always get much better mpg than the rating. When I rented an Outback a few years ago, I was getting 33-35 in a model rated for 27.

Então, o que dá? Is it something to do with the altitude? Is it something to do with the octane? In the East, the lowest you can get is 87, but you can find 85 almost anywhere in the mountain states.

I'm certainly not complaining-- I saved almost $150 from my fuel estimate even though I drove a few hundred more miles than I planned to-- but I am curious.

por Byran » Fri Jul 30, 2010 8:48 pm

por MarkDidier » Fri Jul 30, 2010 9:01 pm

I had a somewhat opposite experience last summer driving from Indiana to Colorado. My gas mileage was the best in Indiana and Illinois and continued to drop as I headed across Missouri and was at its lowest in Kansas and then MPG seemed to improve while we were in Colorado. On the drive home I saw the same results - about 22 MPG in Indiana/Illinois and 15 MPG in Kansas.

The winds were terrible in Kansas which partially explains the drop there - but a 1/3rd drop still seemed rather severe just from wind. For a while I thought it might be related to octane but I can't confirm.

Fortuntaley I get to try this experiement again in a couple of weeks. I'll let you know if I see a difference this year.

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 9:38 pm

The gas in MO and KS may have had a lot of ethanol in it, and ethanol produces worse gas mileage than "pure" gas. In Iowa one day, I fell for the "Plus" advertised at 89 octane but cheaper than the 85. It was only after fueling up that I noticed it had high ethanol content. Got about 18 mpg on that tank. I didn't make the same mistake again.

When I drove through Kansas in 2005, I did get a little lower heading west across the state, but I attributed that to the more or less steady uphill grade across the state. Mileage was much better heading east across the state.

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 9:41 pm

Catamount wrote: My guess is that is has to do with stop and go traffic. Even if you're not in a traffic jam in the east, you are frequently slowing down, speeding up etc. On and off the gas constantly. In the wide open west, the speed of the vehicle is likely to be far more consistent on average. Could easily account for a couple of miles per gallon difference.

I also own a 2005 X-Terra. Good vehicle.

Good points and worth considering. However, this is even true for stop-free driving on interstates and open highways over a few hundred miles. The best I've ever gotten in the East on a tank is 24. It was easy driving over mostly flat terrain in the Tidewater area.

por MoapaPk » Fri Jul 30, 2010 10:29 pm

Flat roads give better mileage than hilly roads, especially in 4-cyl cars. If you have to climb 5000' in 15 miles, you won't get the greatest mileage, and it isn't made up when you go back down (partly, if you have a hybrid). If you can hear the automatic transmission downshifting to 2nd a lot on hills, mileage will suffer. Often cruise control exacerbates the problem.

I've never gotten better than 26 mpg in my 2003 outback, which was rated for 28 highway. The old epa ratings were based on a "highway" speed averaging less than 50 mph. Above about 55 mph, the efficiency of the 4-cyl goes down from air drag.

Legally, speedometers can be up to 10% off on the overestimation side, and 1% off on the underestimation often the odometer has the reverse error. I've seen many odometers overestimate miles driven by 10%. A friend's car got great gas mileage until she put on the correct size (larger) tires.

por robzilla » Fri Jul 30, 2010 10:59 pm

por robzilla » Fri Jul 30, 2010 11:08 pm

The gas in MO and KS may have had a lot of ethanol in it, and ethanol produces worse gas mileage than "pure" gas. In Iowa one day, I fell for the "Plus" advertised at 89 octane but cheaper than the 85. It was only after fueling up that I noticed it had high ethanol content. Got about 18 mpg on that tank. I didn't make the same mistake again.

When I drove through Kansas in 2005, I did get a little lower heading west across the state, but I attributed that to the more or less steady uphill grade across the state. Mileage was much better heading east across the state.

Here in Missouri we don't have ethanol unless advertised as such. (E85, etc.) I think the same goes for KS, but Iowa I think does mix it in. One thing that might be making a slight difference is humidity levels. Midwest air can contain a lot of water. Could be the computer is just really leaning it out when the air gets thinner and you're experiencing a decrease in horsepower but just not noticing any difference in performance other than the reduced fuel use. The tires would be at a higher relative pressure in a thinner atmosphere. I don't know, could be a lot of things. When I've noticed mine it's been during days with steep ups and downs, haven't really considered what could be doing it on longer more flat days, but I have noticed the difference fuel wise.


Driving Head-On Into Weight Gain - Recipes

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 8:20 pm

Okay, this is related to climbing because I drove to Wyoming this summer and did a lot of climbing there.

I own a 2005 Nissan Xterra, rated for 15/21 mpg. In the city, I get 15-17. Highway, up to 22, sometimes 23. But when I was on my recent trip, I noticed that I was routinely getting 24-26, even when driving off-road (though not when using 4wd).

As I got back into the Eastern states, highway mpg went back to that 22-23 range even though the speed limits are lower there.

When I drove out to Colorado and Utah back in 2005 in the same car, I noticed the same thing. And when I rent an SUV in the West, I always get much better mpg than the rating. When I rented an Outback a few years ago, I was getting 33-35 in a model rated for 27.

Então, o que dá? Is it something to do with the altitude? Is it something to do with the octane? In the East, the lowest you can get is 87, but you can find 85 almost anywhere in the mountain states.

I'm certainly not complaining-- I saved almost $150 from my fuel estimate even though I drove a few hundred more miles than I planned to-- but I am curious.

por Byran » Fri Jul 30, 2010 8:48 pm

por MarkDidier » Fri Jul 30, 2010 9:01 pm

I had a somewhat opposite experience last summer driving from Indiana to Colorado. My gas mileage was the best in Indiana and Illinois and continued to drop as I headed across Missouri and was at its lowest in Kansas and then MPG seemed to improve while we were in Colorado. On the drive home I saw the same results - about 22 MPG in Indiana/Illinois and 15 MPG in Kansas.

The winds were terrible in Kansas which partially explains the drop there - but a 1/3rd drop still seemed rather severe just from wind. For a while I thought it might be related to octane but I can't confirm.

Fortuntaley I get to try this experiement again in a couple of weeks. I'll let you know if I see a difference this year.

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 9:38 pm

The gas in MO and KS may have had a lot of ethanol in it, and ethanol produces worse gas mileage than "pure" gas. In Iowa one day, I fell for the "Plus" advertised at 89 octane but cheaper than the 85. It was only after fueling up that I noticed it had high ethanol content. Got about 18 mpg on that tank. I didn't make the same mistake again.

When I drove through Kansas in 2005, I did get a little lower heading west across the state, but I attributed that to the more or less steady uphill grade across the state. Mileage was much better heading east across the state.

por Bob Sihler » Fri Jul 30, 2010 9:41 pm

Catamount wrote: My guess is that is has to do with stop and go traffic. Even if you're not in a traffic jam in the east, you are frequently slowing down, speeding up etc. On and off the gas constantly. In the wide open west, the speed of the vehicle is likely to be far more consistent on average. Could easily account for a couple of miles per gallon difference.

I also own a 2005 X-Terra. Good vehicle.

Good points and worth considering. However, this is even true for stop-free driving on interstates and open highways over a few hundred miles. The best I've ever gotten in the East on a tank is 24. It was easy driving over mostly flat terrain in the Tidewater area.

por MoapaPk » Fri Jul 30, 2010 10:29 pm

Flat roads give better mileage than hilly roads, especially in 4-cyl cars. If you have to climb 5000' in 15 miles, you won't get the greatest mileage, and it isn't made up when you go back down (partly, if you have a hybrid). If you can hear the automatic transmission downshifting to 2nd a lot on hills, mileage will suffer. Often cruise control exacerbates the problem.

I've never gotten better than 26 mpg in my 2003 outback, which was rated for 28 highway. The old epa ratings were based on a "highway" speed averaging less than 50 mph. Above about 55 mph, the efficiency of the 4-cyl goes down from air drag.

Legally, speedometers can be up to 10% off on the overestimation side, and 1% off on the underestimation often the odometer has the reverse error. I've seen many odometers overestimate miles driven by 10%. A friend's car got great gas mileage until she put on the correct size (larger) tires.

por robzilla » Fri Jul 30, 2010 10:59 pm

por robzilla » Fri Jul 30, 2010 11:08 pm

The gas in MO and KS may have had a lot of ethanol in it, and ethanol produces worse gas mileage than "pure" gas. In Iowa one day, I fell for the "Plus" advertised at 89 octane but cheaper than the 85. It was only after fueling up that I noticed it had high ethanol content. Got about 18 mpg on that tank. I didn't make the same mistake again.

When I drove through Kansas in 2005, I did get a little lower heading west across the state, but I attributed that to the more or less steady uphill grade across the state. Mileage was much better heading east across the state.

Here in Missouri we don't have ethanol unless advertised as such. (E85, etc.) I think the same goes for KS, but Iowa I think does mix it in. One thing that might be making a slight difference is humidity levels. Midwest air can contain a lot of water. Could be the computer is just really leaning it out when the air gets thinner and you're experiencing a decrease in horsepower but just not noticing any difference in performance other than the reduced fuel use. The tires would be at a higher relative pressure in a thinner atmosphere. I don't know, could be a lot of things. When I've noticed mine it's been during days with steep ups and downs, haven't really considered what could be doing it on longer more flat days, but I have noticed the difference fuel wise.